Desporto

Fernando Santos e a França: “Se calhar, devia ter jogado para empatar”

Fernando Santos e a França-portugal-mileniostadium
The Portugal’s head coach Fernando Santos giving a press conference at Algarve stadium in Faro, on the eve of UEFA Euro 2020 Qualifiers match, Group B, between Portugal and Lithuania. (Photo by PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP)

 

A derrota com os gauleses significou o adeus à final four da Liga das Nações e ainda foi tema de conversa na antevisão ao duelo de amanhã com a Croácia.

Tantas vezes acusado de conservador, Fernando Santos entende que, “se calhar”, pecou por pouco conservadorismo na abordagem ao último jogo com a França e que resultou na derrota e consequente afastamento de Portugal à próxima fase da Liga das Nações.

“Se calhar, devíamos ter jogado para empatar. Uma equipa que joga como jogámos é claramente para ganhar. Acreditámos que podíamos levar a França para trás, como sempre o temos feito. A equipa já há muito tempo que mudou um pouco esse ADN pragmático. Tem jogadores com muita qualidade na frente como o Bernardo, o Bruno, o Félix e o Cristiano”, explicou o selecionador, esta segunda-feira, na antevisão ao jogo com a Croácia.

O duelo de amanhã já não terá consequências na classificação do Grupo 3 da Liga A, mas Fernando Santos salienta que será mais do que cumprir calendário.

“Jogar para nada, não. Há uma grande responsabilidade. Não estamos habituados a perder, queremos ganhar sempre. Por isso temos de dar uma resposta à nossa altura. Eles (os jogadores) estão mais que motivados, não gostam de perder. A motivação é representar a seleção nacional”, vincou.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER