Desporto

Fenerbahçe, o adversário do Benfica: Cocu e Ayew com a mira na baliza encarnada

Em 2012/13, o Benfica foi o carrasco que terminou com a melhor campanha europeia de sempre do Fenerbahçe. Esta temporada, Phillip Cocu aposta em André Ayew para reescrever a história. 

As bolas rolaram nos potes em Nyon, na sede da UEFA, e ditaram que o Benfica vai encontrar os turcos do Fenerbahçe na 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. O clube da Turquia é comandado pelo antigo jogador holandês Phillip Cocu, que chegou a Istambul este verão, depois de cinco anos como treinador do PSV. 

Presença habitual nas competições europeias, o Fenerbahçe falhou a Liga dos Campeões na temporada passada e caiu no playoff da Liga Europa com o Vardar da Macedónia, depois de eliminar o Sturm Graz na 3.ª pré-eliminatória. Os últimos anos têm sido pobres no que toca a feitos europeus: os turcos têm tido dificuldades em prosseguir para lá da fase de grupos ou até das pré-eliminatórias. A melhor campanha do Fenerbahçe na Champions remonta à temporada 2007/08, quando só perdeu nos quartos de final com o Chelsea. 

O melhor registo na Liga Europa, esse, foi em 2012/13, quando os turcos conseguiram chegar às meias-finais da competição onde foram eliminados pelo… Benfica. Na altura, e apesar de terem vencido a primeira mão da eliminatória na Turquia, caíram na Luz com dois golos de Cardozo e outro de Gaitán. Duas semanas depois, o Benfica perderia a final da Liga Europa com o Chelsea. 

Este Fenerbahçe, que em 2017/18 ficou em segundo na liga turca, a três pontos do Galatasaray, não vence o campeonato desde 2014. Ainda que atualmente nenhum português faça parte dos quadros do clube, foram cinco os que ao longo dos anos passaram pelo Şükrü Saracoğlu Stadium: Dimas, Raul Meireles, Bruno Alves, Nani e Luís Neto. 

O clube turco perdeu já neste mercado de transferências uma das principais referências ofensivas, o avançado brasileiro Fernandão, que se transferiu para os sauditas do Al-Wehda e tinha marcado 13 golos na passada temporada. Giuliano, outro brasileiro, marcou 15 golos em 2017/18 e tornou-se o principal goleador de um clube que perdeu o holandês Robbie Van Persie em janeiro. 

Souza, médio brasileiro que passou pelo FC Porto entre 2010 e 2012, e Roberto Soldado, veterano avançado espanhol que chegou a representar a La Roja, também fazem parte do plantel. Martin Škrtel, central que jogou vários anos no Liverpool, Mathieu Valbuena e o histórico guarda-redes camaronês Carlos Kameni são outros dos nomes sonantes do Fenerbahçe. 

Mas aquele que será o homem mais perigoso para as redes encarnadas ainda não se estreou com as cores do clube de Istambul. André Ayew, possante médio ofensivo ganês, foi contratado aos ingleses do Swansea por 1.5 milhões de euros e promete trazer golos, força e garra ao ataque turco. 

O Benfica pode aproveitar uma clara fragilidade defensiva dos turcos: na passada temporada, o Fenerbahçe sofreu golos em 68% dos 34 jogos do campeonato, o que equivale a 36 golos sofridos e a uma média de mais de um golo adversário por jogo. 

Benfica e Fenerbahçe disputam a 3ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões a 7 de agosto e 14 de agosto, com a primeira mão a ser jogada na Luz e a segunda na Turquia. 

 

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER