Desporto

Dragão fez magia a tempo com o ouro vindo do banco

Golo de Toni Martínez dá triunfo ao F. C. Porto no regresso da Liga. Santa Clara jogou bem e só caiu no último suspiro.

Foi mesmo em cima da hora, no quinto minuto das compensações dadas pelo árbitro Hugo Miguel, que o F. C. Porto garantiu a vitória sobre o Santa Clara, num bom jogo no Dragão. A equipa açoriana vendeu muito cara a derrota e só foi vergada por um assomo final dos portistas. No último terço da partida, Sérgio Conceição foi ao banco buscar o talento e a velocidade que lhe faltaram até então, acabando recompensado no último suspiro por um golpe de cabeça certeiro de Toni Martínez, após centro primoroso de Corona.

Dragão fez magia a tempo-portugal-mileniostadium
Créditos: DR.

Voltando ao princípio, é impossível dissociar, na perspetiva azul e branca, o jogo do passado sábado (3) da paragem para as seleções que o antecedeu e do duelo com o Chelsea que se seguiu. Conceição poupou três habituais titulares (Mbemba, Zaidu e Tecatito) e o que se viu aos dragões na primeira parte quase deu para adormecer. Bem a circular a bola e sem qualquer tipo de ferrolho defensivo, o Santa Clara não sentiu dificuldades para controlar o tímido ataque portista e o nulo ao intervalo não podia surpreender ninguém.

A segunda parte foi diferente. Dois penáltis, um para cada lado, no espaço de sete minutos, mantiveram a igualdade, mas lançaram as bases para um resto de jogo muito mais intenso, no qual o Santa Clara nunca se encolheu e o F. C. Porto foi construindo oportunidades para marcar. Taremi falhou duas flagrantes, quando do banco já tinham chegado Corona, Fábio Vieira e Francisco Conceição, que mudaram o futebol dos dragões, mais apropriado para uma equipa que tem de encontrar espaço onde ele não existe. A bola passou a correr de jogador para jogador, com segurança, sem más receções e precipitações, com qualidade, mas faltava o golo.

A quatro minutos dos 90, o técnico portista lançou as últimas armas (Toni Martínez e Evanilson), à procura de mais inspiração na área, e o avançado espanhol disse-lhe que sim aos 90+5, pouco depois de os visitantes terem chegado a ameaçar a vitória. O F. C. Porto ganhou com fortuna, mas fez por merecer o triunfo pelo que jogou na parte final.

Sinal mais

NAs substituições mudaram o perfume do futebol portista. Corona e Toni Martínez construíram o golo decisivo, mas Fábio Vieira e Conceição também brilharam. Lincoln foi enorme no Santa Clara.

Sinal menos

Taremi ganhou o penálti que valeu o primeiro golo ao F. C. Porto, mas tem de fazer melhor na finalização de lances de golo feito. Marega pouco se viu. Erro de Pepe e Marche no lance que antecede o penálti.

Árbitro

Boas decisões nos lances das grandes penalidades. Alguma falta de critério disciplinar, mas nada de muito grave. Não é mentira dizer que já se viu bem pior a Hugo Miguel.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER