Desporto

Atividades desportivas suspensas

AUTOMOBILISMO

A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, quinta prova do nacional de todo-o-terreno e que se deveria realizar entre 8 e 10 de maio, foi adiada para data a determinar, devido à pandemia da Covid-19.

“A secção de Motorismo da SAR entende que não há condições que permitam manter o agendamento da prova para maio próximo, pelo que decidiu proceder ao adiamento da mesma”, refere a organização em comunicado.

O campeonato nacional de todo-o-terreno conta com sete provas: Baja Vindimas do Alentejo, Baja ACP, Baja do Pinhal, Baja de Loulé, Baja Capital dos Vinhos, Baja Idanha-a-Nova e Baja Portalegre.

A pandemia de Covid-19 levou ainda ao adiamento da Rampa Internacional de Boticas, que se iria realizar naquela cidade transmontana no mês de maio, nos dias 8, 9 e 10. Ainda não há nova data para a realização da prova, pontuável para o Campeonato de Portugal de Montanha e, pela primeira vez, para o Campeonato Europeu de Montanha.

TRIATLO

A prova de qualificação olímpica de estafetas mistas de triatlo, inicialmente prevista para Chengdu, na China, e remarcada para Valência, em Espanha, foi adiada na passada quinta-feira (26), sem data.

A estafeta lusa, com João Pereira, João Silva, Melanie Santos e Gabriela Ribeiro, vai tentar qualificar-se para Tóquio2020 nesta prova, ainda sem data definida, que integrava, agora, o programa da Taça do Mundo de Valência, em 1 e 2 de maio, esta adiada para setembro.

A prova de estafetas mista esteve marcada para 9 de maio, em Chengdu, e, depois, foi antecipada, para 1 de maio, para Valência.

FUTEBOL

A Federação Inglesa de Futebol (FA) deu por terminada a época 2019/20 nos escalões não profissionais, declarando nulos todos os resultados até à suspensão das provas.

A decisão da FA para os escalões abaixo da “League Two”, equivalente ao quarto escalão do futebol inglês, implica que os quadros competitivos se manterão inalterados na próxima temporada, sem promoções ou despromoções de clubes, e é extensível ao setor feminino.

O comunicado divulgado pela FA não apresenta medidas relativas ao futebol profissional, cujas competições foram suspensas, pelo menos, até 30 de abril, devido à pandemia, mas expressa o empenho dos responsáveis federativos em encontrar forma de terminar a época 2019/20.

A Federação Russa de Futebol (RFU) decidiu prolongar o adiamento de todas as competições da modalidade até 31 de maio.

Em Portugal, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, através de um comunicado divulgado na passada sexta-feira (27), que dá por concluídas todas as provas dos escalões de formação sob a sua alçada (futebol e futsal).

O cancelamento dos campeonatos nacionais de futebol e futsal dos escalões de formação, masculinos e femininos, é acompanhado pelas “22 associações distritais e regionais que vão igualmente dar sem efeito as suas competições destinadas aos escalões de formação de futebol e futsal”.

Recorde-se que as competições nacionais dos escalões de formação tinham sido suspensas por duas semanas, a 10 de março, dois dias antes de a FPF ter decidido suspender todas as competições, incluindo as seniores.

Algumas horas depois, Nuno Lobo, presidente da Associação de Futebol (AF) de Lisboa, fez uma declaração em pública, através das redes sociais daquela instituição, em que ataca a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), garantindo mesmo que ainda não há decisão sobre o fim das provas de futebol nos escalões de formação, conforme foi anunciado pela FPF algumas horas antes. Afinal, em que ficamos?

No dia seguinte, a Associação de Futebol do Porto (AFP) comunicou o fim da época desportiva nos escalões jovens, decisão resultante do atual cenário de concentração de esforços na luta contra o Covid-19. Sobe quem está nos lugares de acesso e não há descidas. Por outro lado, o organismo não emite qualquer decisão relativa aos seniores.

A UEFA anunciou esta quarta-feira (1) a suspensão por tempo indeterminado de todas as competições sob a sua égide, Liga dos Campeões e Liga Europa incluídas. Isto significa que os encontros da Liga dos Campeões e da Liga Europa que ainda faltam disputar também foram adiados indefinidamente.

A nível da competições jovens de seleções, a UEFA anunciou o cancelamento das fases finais dos Europeus masculino de sub-17 e feminino de sub-19, enquanto as fases finais masculina de sub-19 (qualificação para o Mundial de sub-20) e feminina de sub-17 (qualificação para o Mundial de sub-17) foram adiadas indefinidamente.

O futsal também não escapou, com a fase final da Liga dos Campeões a também ser suspensa por tempo indeterminado.

Também os prazos de inscrições dos clubes nas provas europeias de 2020/21 foram adiados indefinidamente, especialmente os que dizem respeito ao registo de jogadores. A UEFA estabelecerá novas datas oportunamente.

Os jogos de seleções agendados para junho, incluindo três particulares de Portugal e os play-offs de acesso à fase final do Euro2020 de futebol, foram igualmente adiados.

ANDEBOL

A Federação de Andebol de Portugal (FAP) decidiu, na passada quinta-feira (26), “suspender por tempo indeterminado” todas as suas competições, que, num primeiro momento, tinham sido interrompidas até ao passado domingo (29).

TÓQUIO2020

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão realizar-se entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021, praticamente um ano depois das datas previstas, anunciou o presidente da comissão organizadora japonesa, Yoshiro Mori, esta segunda-feira (30).

ATLETISMO

Os Mundiais de atletismo foram adiados para 2022, devido às novas datas dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, entre julho e agosto de 2021, anunciou esta segunda-feira (30) a World Athletics.

“Apoiamos as novas datas do Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021. Permitem o tempo necessário para os atletas retomarem normalmente os treinos e as competições”, lê-se em comunicado.

A competição estava inicialmente prevista para o período entre 6 e 15 de agosto de 2021, nos Estados Unidos.

Em Portugal, a 15ª edição da Meia Maratona do Douro Vinhateiro, que estava marcada para 24 de maio, foi adiada para dia 4 de outubro. Mais de 20 mil atletas já tinham confirmado a inscrição.

REMO

A possibilidade de realizar os Europeus de remo de 5 a 7 junho, na Polónia, foi descartada pela Federação Internacional de Remo (FISA), que confia numa evolução favorável da pandemia da covid-19 para que possam disputar-se em setembro ou outubro.

MOTOCICLISMO

O Grande Prémio de MotoGP de França, agendado para os dias 15 a 17 de maio, em Le Mans, foi adiado devido à pandemia de Covid-19, avançaram esta quinta-feira (2) os organizadores. As três etapa seguintes do calendário – Tailândia, Texas e Argentina – também foram suspensas, com a Dorna, promotora da competição, a ter a esperança de encaixar estes Grandes Prémios na segunda fase da época que só terminará a 29 de novembro.

VELA

A prova final da Taça do Mundo de vela, que deveria realizar-se entre 14 e 21 de junho, em Enoshima, no Japão, foi cancelada, anunciou esta quinta-feira (2) a Federação Internacional de Vela.

TÉNIS

O Torneio de Wimbledon, agendado para os dias 29 de junho a 12 de julho, foi cancelado, anunciou o comité organizador.

Também os circuitos profissionais de ténis suspenderam os torneios até 13 de julho de 2020, incluindo toda a temporada em relva, anunciaram esta quarta-feira (1) a ATP (masculinos) e a WTA (femininos). Para já, os dois circuitos mantêm programados os torneios previstos para depois de 13 de julho.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW