Canadá

Taxa de desemprego no Canadá em mínimos de 40 anos

A taxa de desemprego caiu para o seu nível mais baixo em mais de 40 anos, quando o Canadá encerrou um ano civil que o viu produzir empregos a um ritmo não visto desde 2002.

A Estatísticas Canadá diz que a taxa de desemprego caiu para 5,7 por cento em dezembro, abaixo de 5,9 por cento no mês anterior, atingindo o seu valor mais baixo desde que dados comparáveis ficaram disponíveis em 1976.

Em dezembro de 2016, a taxa de desemprego foi de 6,9 por cento, segundo o relatório. A última vez que a taxa de desemprego foi de 5,8 por cento foi em outubro de 2007.

A leitura do desemprego caiu no mês passado, uma vez que a economia gerou 78 600 novas posições líquidas, incluindo 23 700 empregos a tempo inteiro.

Por região, Quebeque e Alberta registaram os maiores aumentos no mês passado com cada província a adicionar mais de 26 mil novos empregos. A taxa de desemprego do Quebeque baixou 0,5 pontos percentuais para 4,9%, enquanto que em Alberta caiu 0,4 pontos percentuais para 6,9%.

A leitura de dezembro marcou o 13.º mês consecutivo de ganho de emprego, no entanto, cerca de metade desses números positivos estavam dentro da margem de erro da pesquisa.

A pesquisa também descobriu que, ao longo do último ano, o número de pessoas empregadas com 55 e mais anos aumentou 5,3 por cento. Isso excedeu a taxa de crescimento da população de 2,9 por cento para a faixa etária.

Entre os trabalhadores com idade ativa principal, os que têm entre 25 e 54 anos, o emprego aumentou 1,6 por cento no ano passado.

Num relatório separado, divulgado esta sexta-feira, a Estatísticas Canadá refere que o défice comercial do país aumentou para 2,5 mil milhões de dólares em novembro, em comparação com um défice de 1,6 mil milhões no mês anterior, quando as importações superaram as exportações.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER