Canadá

Ministro das Finanças ouvido sobre o escândalo da WE

O ministro das Finanças, Bill Morneau, compareceu esta quarta-feira (22) diante de um comité da Câmara dos Comuns, que está a investigar um acordo para a WE Charity administrar um programa de estudantes e voluntários que, entretanto, foi cancelado.

Morneau pediu desculpas por não se recusar às discussões do gabinete e votar no acordo, dado que as suas filhas têm laços com a WE, incluindo uma que trabalha num braço administrativo da organização.

Ministro das Finanças ouvido sobre o escândalo da WE - milenio stadium - toronto
O ministro das Finanças, Bill Morneau

 

Se o acordo tivesse ido em frente a WE teria recebido mais de 43 milhões de dólares para administrar um programa com um orçamento de 912 milhões de dólares.

Morneau e o primeiro-ministro Justin Trudeau estão a ser investigados pelo gabinete federal de ética por possíveis violações das regras de conflito de interesses.

O Canada Student Service Grant propunha pagar aos estudantes até $ 5.000 com base no número de horas de voluntariado. Os liberais argumentam que a WE era a única organização no país capaz de administrar rapidamente um programa desta dimensão.

CP24/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW