Canadá

Canadá vai produzir 30,000 ventiladores

Federal

O Governo federal lançou segunda-feira (6 de abril) o portal online onde os canadianos que perderam o emprego devido à COVID-19 podem pedir ajuda financeira ao Governo. Os interessados devem ir à página Canada.ca e obter informações sobre o Canada Emergency Response Benefit (CERB). As candidaturas vão ser avaliadas pelo Service Canada e pela Canada Revenue Agency que está a receber candidaturas online e pelo telefone.

Evolução dos casos de COVID-19 no Canadá

Os candidatos que ativaram a opção de depósito direto vão receber o primeiro pagamento entre três e cinco dias, já os que optaram pelo correio vão receber a primeira tranche dentro de 10 dias. A verba é de $2,000 mensais durante quatro meses.

As pessoas que são elegíveis para o subsídio de desemprego vão ser automaticamente inscritas do fundo de emergência nacional. Para garantir que o novo portal consegue responder a um elevado número de candidaturas sem ficar sobrecarregado, o Governo criou um modelo de candidaturas com base no mês de nascimento do candidato.

Quem nasceu em abril, maio ou junho deve fazer a candidatura na terça-feira; quem nasceu em julho, agosto e setembro deve fazer a candidatura na quarta-feira; quem nasceu em outubro, novembro e dezembro o melhor dia para fazer a candidatura será na quinta-feira. A sexta-feira e o fim-de-semana ficam reservados para qualquer um dos meses.

Até quarta-feira dia 7 – 1,72 milhões de pessoas candidataram-se ao CERB

Para se qualificar para o fundo de emergência nacional tem de residir no Canadá e ter mais de 15 anos. O fundo vai financiar trabalhadores por conta de outrem e trabalhadores independentes.

Os principais bancos canadianos reduziram as taxas de juro dos cartões de crédito para metade.

A medida beneficia singulares e pequenas empresas e, segundo o Financial Post, a maioria dos bancos cobra taxas de juro entre 19.99% e 20,99%.

A Canada’s Chief Public Health Officer, Theresa Tam, aconselhou na segunda-feira  (6) os canadianos a utilizarem máscara quando saírem de casa. Tam foi criticada por só agora anunciar esta medida, mas argumentou que a decisão surgiu depois de conhecer as conclusões de um estudo que foi realizado com base nos pacientes do cruzeiro Diamond Princess e com base num estudo divulgado agora por Singapura.

As máscaras N95 têm de ser reservadas para os profissionais de saúde e as pessoas devem fazer as suas próprias máscaras a partir de roupa que tenham em casa.

O Canadá vai produzir 30,000 ventiladores e o Governo está a trabalhar em parceria com o nobel Art McDonald para tentar encontrar uma forma de produzir os ventiladores em tempo recorde.

Quase 5,000 empresas canadianas estão dedicadas à produção de PPE (Equipamento de Proteção Individual) e os ventiladores vão ser produzidos pela Thornhill Medical, CAE e StarFish Medical.

Segundo a CBC existem 7, 752 ventiladores no país distribuídos por todas as províncias. Ontário tem 1,300 e Doug Ford anunciou na semana passada que a província vai produzir mais 10,000 ventiladores.

O número de novos casos de COVID-19 para ter estabilizado na Colúmbia Britânica (CB). A província canadiana tinha na quarta-feira (8) 1,291 casos, um número pequeno quando comparado com o Quebec e Ontário. O número de hospitalizações devido ao novo vírus caiu nas últimas semanas na CB e um professor de epidemiologia da Universidade de Toronto diz que as instituições para controlo de doenças desta província são um modelo para o resto do país.  Em declarações à CBC, o Dr. David Fisman garantiu que lá o “sistema de saúde público funciona com integração de laboratório” e para além disso “eles tomaram muitas medidas cedo”.

Fisman lamenta que em Ontário a mensagem tenha demorado mais tempo a passar. “Creio que Doug Ford emergiu como líder e ele não é médico, nem microbiologista, nem epidemiologista”, disse o professor.

As autoridades canadianas que trabalham nos bastidores para garantir que o Governo americano autoriza a exportação de equipamentos médicos críticos para o Canadá dizem ter feito algum progresso nos últimos dias. Os EUA proibiram a 3M, uma das principais fornecedoras de máscaras N95 do Canadá, de continuar a exportar para o país vizinho. Entretanto a ministra dos Negócios Estrangeiros assegurou que Donald Trump recuou na sua decisão e percebeu a dependência que existe entre os dois países, nomeadamente ao nível de profissionais de saúde canadianos que trabalham diariamente nos EUA.

O primeiro-ministro Justin Trudeau disse quarta-feira (8) que mais ajuda para estudantes e empresas atingidas pela COVID-19 está a caminho. Quem recrutar trabalhadores estudantes pode receber até 100% do seu salário e as empresas já não precisam de declarar que perderam 30% das suas receitas para poder beneficiar do CERB – o valor de referência passa agora a ser de 15%.

O PM voltou a prometer que as projeções nacionais sobre a evolução do vírus vão ser anunciadas em breve e pediu a colaboração da oposição para passar depressa este pacote de medidas em Otava.

Após muita insistência, o Quebec seguiu o exemplo de Ontário e divulgou as projeções da evolução do vírus na província. As autoridades da saúde do Quebec estimam que possam morrer de COVID-19 entre 1,200 e 9,000 pessoas até ao final de abril. As previsões foram divulgadas porque a opinião pública tem vindo a pressionar as entidades políticas para serem transparentes sobre a necessidade de medidas drásticas de isolamento e de distanciamento físico.

A Air Canada qualificou-se para o CERB e 16,000 trabalhadores vão receber parte do seu vencimento durante quatro meses. A companhia aérea canadiana tinha anunciado lay-off na semana passada, resta agora saber se a Westjet e a Air Transat também vão seguir os passos da Air Canada.

Tosse seca, febre e dificuldade em respirar são os sintomas mais comuns do COVID-19, mas os especialistas estão a começar a identificar outros sintomas como a perda do olfato, a desorientação e convulsões. O Dr. Sherry Chou, um neurologista canadiano da Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh, sublinhou que estes sintomas neurológicos vão ser importantes para os médicos detetarem novos casos de COVID-19 que estão a passar despercebidos.

A Canada’s Deputy Minister of Foreign Affairs  testou positivo para a COVID-19. Marta Morgan é a primeira mulher a exercer estas funções e o diagnóstico foi partilhado no Twitter pelo ministro Francois-Philippe Champagne, que lhe desejou uma recuperação rápida.

Alberta está prestes a atingir uma taxa de desemprego de 25%, são os números mais negros da província desde a Grande Depressão. O Premier informa que pelo menos um milhão e meio de pessoas vão ficar desempregadas devido à pandemia. Alberta também divulgou as projeções que apontam para 800,000 pessoas infetadas até ao fim do verão e entre 400 e 3,100 mortes.

Até quarta-feira (8) 1,72 milhões de pessoas candidataram-se ao CERB e o Canadá tinha 18,447 casos do novo vírus.

Joana Leal/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW