Brasil

Saúde em Manaus em colapso e casos ameaçam zonas rurais da Amazónia

Saúde em Manaus em colapso-brasil-mileniostadium

O sistema de saúde em Manaus, a capital do estado brasileiro do Amazonas, entrou em colapso pela segunda vez devido aos casos de covid-19, que ameaçam as zonas rurais da Amazónia.

Equipas da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) que se encontram na região, a vários dias de barco de Manaus, relataram mortes associadas à covid-19 nestas áreas remotas, devido à impossibilidade de transferir os doentes mais graves para Manaus, onde os hospitais estão cheios, disse a organização não-governamental em comunicado.

“Na última semana, nenhum paciente pôde voar de Tefé (uma das localidades) para Manaus. Perdemos três pacientes que poderiam ter sobrevivido se tivessem recebido cuidados num hospital de uma grande cidade, mas a sua transferência foi impossível”, disse Pierre van Heddegem, diretor da missão da MSF no Brasil.

Embora os hospitais de Manaus tenham aumentado a sua capacidade de camas para doentes com covid-19, o número de doentes cresceu muito mais rapidamente e o fornecimento de oxigénio na cidade mal chega a um terço do que é necessário, o que significa que alguns hospitais não conseguem ventilar os doentes e as pessoas estão a morrer de asfixia, advertiu a organização.

As equipas da MSF no Amazonas rural estão a levar a cabo uma campanha de informação para alertar a população sobre como se podem proteger do vírus, pois esta é a medida mais eficaz para combater a sua propagação em zonas onde o acesso aos serviços de saúde é muito difícil.

A assistência da organização ao Brasil começou em abril, mas uma equipa adicional chegou na segunda-feira (18) a Manaus para reforçar o sistema de saúde na região da Amazonas.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER