Madeira

Técnicos das Canárias vêm à Madeira ensinar a cultivar bananeiras

É uma ajuda que vem das Canárias, onde a produção de banana está tecnologicamente mais avançada do que na Madeira. Desta vez, a cooperação concretiza-se coma a vinda à Região de três técnicos, que abordarão vários aspectos da produção, destacando-se a selecção das canhotas (refilhos), em que se cometem muitos erros.

A vinda à Região acontece no âmbito de uma iniciativa da Mesa da Banana da Associação de Agricultores da Madeira, que organiza umas Jornadas Técnicas sobre Produção de Banana. O encontro está programado para o próximo dia 20, sexta-feira, no Auditório John dos Passos, na vila da Ponta do Sol. As jornadas integram-se nas actividades da Mostra da Banana 2019, que decorre na Madalena do Mar, entre os dias 19 e 21, numa organização da Casa do Povo da Ponta do Sol.

“Nas Jornadas Técnicas participam vários oradores madeirenses e das ilhas Canárias, que vão abordar diversas questões relacionadas com a produção de banana, desde o ‘desfilhamento’ de canhotas, fertilização, controlo de pragas, homologação de produtos fitofarmacêuticos, até às normas e exigências da qualidade e as ajudas comunitárias para a banana”, revela a organização.

A abertura das jornadas será presidida pelo presidente da Mesa da Banana, João Lourenço, e contará com o secretário regional da Agricultura e Pescas, Humberto Vasconcelos. Serão intervenientes nas jornadas Jorge Dias, gestor da Gesba, “que vai abordar a questão das ajudas comunitárias para a banana num momento em que decorrem negociações na União Europeia para o novo quadro de apoio 2021/27”, Diana Corte, que falará “sobre as normas e exigências da qualidade da banana e a garantia da segurança alimentar” e Alexandra Azevedo que “dissertará sobre os produtos homologados para a cultura da banana na Madeira”.

Das Canárias “vêm três técnicos que vão abordar diferentes temas. António Alvarez vai fazer uma apresentação sobre a selecção das canhotas, havendo uma sessão prática sobre esta temática na sexta-feira, pelas 16 horas, no Centro de Bananicultura no Lugar de Baixo. Elias Rojas vai abordar a fertilização das bananeiras, enquanto o controlo de pragas como o gorgulho e os nemátodos, as mangas plásticas e a colheita e transporte para os armazéns será apresentado por José Oramas, director de qualidade da Coplaca.”

A participação é gratuita, mas os interessados devem inscrever-se previamente, junto da Associação de Agricultores da Madeira ou qualquer dos armazéns da Gesba, até quarta-feira


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close