Madeira

Sete consórcios admitidos para a construção do futuro hospital

São sete os consórcios de empresas que foram admitidos na fase de qualificação prévia para a construção do futuro Hospital Central da Madeira que o Governo Regional pretende lançar ainda este ano.

A revelação foi feita há instantes pelo presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, que preside esta sexta-feira à cerimónia de apresentação do Programa Funcional do Hospital Central da Madeira, no Salão Nobre do Governo Regional.

Segue-se agora a fase de apresentação e análise das propostas. Neste âmbito, e aproveitando esta nova fase, o Governo Regional está a dar a conhecer a futura unidade hospitalar que terá capacidade máxima de 607 camas em internamento.

A futura unidade hospitalar representará um investimento na ordem dos 352 milhões de euros, incluindo equipamentos e expropriações, tendo inscritos 17,2 milhões para 2020, através do Orçamento de Estado.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW