Madeira

Pena máxima para homem que matou pai, mãe e irmã

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou, na quarta-feira da semana passada, um recurso do homem que na noite de 12 de Agosto de 2017 matou a tiro o pai, a mãe e a irmã na casa da família em Santana.

Confirmou, assim, a pena máxima de 25 anos de prisão que o Juízo Central Criminal do Funchal aplicou em Junho de 2018 ao arguido Emiliano Martins.

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close