Madeira

NOS reforça capacidade de rede na Madeira em 25%

A operadora NOS reforçou a capacidade da sua rede na Madeira em 25%.

“Num momento em que a capacidade da rede de telecomunicações é vital para o bom funcionamento das instituições públicas e privadas e para fazer face à intensificação do trabalho e da escolarização em regime remoto, a NOS reforçou a sua capacidade de rede interilhas e de comunicação com o Continente”, refere a empresa.

Neste contexto de emergência de saúde global, a manutenção das comunicações dos portugueses é uma tarefa fundamental em todo o país e vital nas regiões autónomas, a NOS também reforça o apelo a todos os portugueses para adotarem boas práticas de utilização das redes de comunicações e privilegiarem a utilização dos canais digitais (o site nos.pt e as apps).

A par deste reforço de rede, a NOS tem já implementadas uma série de medidas, na Madeira, que visam a continuidade de negócio e a proteção dos nossos clientes, parceiros e colaboradores, nomeadamente:

– Trabalho remoto total, para as equipas não essenciais para o funcionamento da operação,

proibição de realização de viagens para o estrangeiro e de participação em conferências, congressos, feiras e workshops; restrições às reuniões presenciais e cancelamento de formação;

– Trabalho remoto em regime de rotatividade (divisão de equipas em dois grupos com alternância na permanência em casa/empresa), aplicável a todas as pessoas que têm funções essenciais à continuidade do negócio, implementado quer nos escritórios, quer nas equipas de suporte operacional, nomeadamente call centres, lojas e equipas técnicas;

– É efetuada a desinfeção recorrente dos espaços de interação com cliente;

– É assegurado o distanciamento social recomendado nas nossas lojas;

– Equipas de lojistas e técnicos foram dotadas de equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas, gel alcoólico);

– Foram reforçados os procedimentos de limpeza de espaços comuns:

– Os serviços técnicos só efetuam visitas em caso de necessidade e em articulação direta com os clientes;

– Foi suspensa a atividade comercial porta a porta.

A prioridade da NOS será sempre manter os nossos clientes ligados e colaborar com as autoridades de saúde, de segurança e com o Governo, com o objetivo de manter Portugal Continental e as Regiões Autónomas ligados e a comunicar.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW