Madeira

Metade das vendas de bebidas espirituosas nas lojas Continente são ‘made in Madeira’

Mais de 80 mil garrafas de bebidas espirituosas ‘made in Madeira’ foram vendidas em 2018 nas lojas da cadeia Continente na Região. O peso dos vinhos, licores e do rum de fabrico regional já representa cerca de 50% do total de vendas nesta categoria, revelou João Pedro Lopes, director de operações da cadeia Continente na Região, à margem da inauguração do Mercado de Vinhos Regionais da Madeira, que decorre até domingo, dia 15, na loja Continente do C.C. Madeira Shopping.

“Actualmente já temos uma grande participação do mercado regional, quer dos vinhos, quer dos licores, quer do rum. Nós o ano passado já ultrapassamos as 80 mil garrafas e o peso dos nossos fornecedores aqui na Região na categoria de espirituosas já é praticamente 50%”, destacou.

Sobre a iniciativa promocional que o Continente tem levado a todo o país, neste fim-de-semana instalado na loja do Madeira Shopping, “é extremamente importante este tipo de iniciativas com os nossos parceiros e fornecedores, por que de facto é um mercado que para nós é fundamental. O mercado regional, aqui na RAM, é muito importante para o Continente”, reconhece. Mais ainda por há margem para “alargar o mercado dentro da Região, que continua a ter potencial”. Sobretudo por que “hoje os madeirenses começam a perceber que nós temos produtos produzidos na Região fantásticos”.

Apontou o exemplo do rum. “Há cerca de três meses, em Junho, fizemos aqui também uma iniciativa muito focalizada no rum e o que é verdade é que neste espaço entre Junho e Setembro o mercado do rum aqui na Madeira cresceu 30%. O significa que há um grande potencial ainda dentro da Madeira”, reafirmou.

Com centena e meia de referências neste sector das bebidas produzidas na Região, João Pedro Lopes não revelou o volume de negócios gerado, mas assegurou que tem “evoluído constantemente”, por isso com “números muito interessantes”.

Além das bebidas, destacou o peso dos frescos produzidos na ilha, que estima já ter ultrapassado os 10% do volume de negócios nas lojas Continente na Madeira.

Tudo indicadores para estar satisfeito e optimista: “Somos parte da solução no crescimento da economia regional”, concretizou.

Também presente, o secretário regional da Agricultura e Pescas enalteceu “o trabalho em conjunto com o grupo Sonae no sentido de promovermos os produtos regionais”. Agradeceu o destaque que é dado em determinados momentos aos produtos da Madeira nas lojas destes “parceiros essenciais”, reconhecendo que estes são “pontos comerciais muito importantes e os resultados estão à vista”, referindo-se ao crescimento exponencial das vendas, razão pela qual “sentimos que as empresas também estão satisfeitas”, sustentou.

Humberto Vasconcelos também destacou a maior procura pelo rum da Madeira.

“Agrada-me ouvir que da parte das empresas da parte do rum há já dificuldade em atender a todos os pedidos do mercado. Há empresas que neste momento já não têm produção própria para colocar no mercado, portanto há uma tendência para comprar mais cana (cana-de-açúcar) no futuro para manter este crescimento e as exportações têm também aumentado no rum, o que demonstra bem o trabalho que o Governo tem feito nesta área agrícola e na transformação tem sido bom e os resultados estão à vista. Quando os resultados são positivos nós todos estamos contentes”, enfatizou.

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close