Madeira

Memórias da Indústria Açucareira na Madeira promovidas a nível nacional

As Memórias da Indústria Açucareira na Madeira é a única comunicação madeirenses a apresentar em São João da Madeira, entre os dias 16 e 18 de janeiro de 2020, no âmbito do III Encontro Nacional de Indústria, História e Património. A comunicação será feita pela Coordenadora do Solar do Ribeirinho – Núcleo Museológico de Machico, Isabel Gouveia, e é no dia 16 de janeiro. A prelecção intitulada “Um Roteiro pelas Memórias da Indústria Açucareira na Madeira – estudo de caso: Os Engenhos do Norte no Porto da Cruz”, insere-se no painel “Património, Museus e Turismo Industrial”.

A Ilha da Madeira nos séculos XV e XVI ficou conhecida pelo fabrico de açúcar, vulgarmente conhecido por “ouro branco”, uma produção que despoletou uma importante actividade económica e industrial neste novo espaço; deste período pouco ou nada restou, com excepção de vestígios arqueológicos de formas – de – açúcar (recipientes cónicos em cerâmica utilizados para purgar o açúcar).

Num segundo período, a partir do século XIX, foram criadas estruturas industriais para transformação da cana-de-açúcar noutros produtos derivados, como o mel e o rum. Com esta comunicação pretende-se fazer um levantamento das unidades industriais – engenhos que ainda laboram na ilha da Madeira, com particular destaque para os Engenhos do Norte no Porto da Cruz, Concelho de Machico, que sofreu um importante processo de recapacitação nos últimos anos, quer em termos de espaço físico, com a reabilitação das estruturas e dos equipamentos industriais, bem como com a produção de derivados da cana sacarina que tem sido premiado internacionalmente. Neste momento constitui um importante polo de turismo industrial do concelho de Machico e da Região Autónoma da Madeira.

O III Encontro Nacional de Indústria, História e Património realizar-se-á nos dias 16, 17 e 18 de janeiro de 2020, em São João da Madeira, Portugal. De acordo com a organização” pretende-se que este Encontro seja um fórum de discussão aberto e pluridisciplinar, dedicado à apresentação de estudos no domínio da história da indústria e do património associado, compreendendo: edifícios e maquinaria, oficinas, fábricas, minas e locais de processamento e de refinação, entrepostos e armazéns, centros de produção, transmissão e utilização de energia, meios de transporte e todas as suas estruturas e infraestruturas, assim como os locais onde se desenvolveram actividades sociais relacionadas com a indústria, bem como a memória associada a todos estes processos.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW