Madeira

Medalha de mérito atribuída por unanimidade a Tolentino Mendonça

A Comissão Permanente da Assembleia Legislativa da Madeira aprovou, hoje, por unanimidade, a proposta do PSD e CDS-PP de atribuição da Medalha de Mérito da Região ao cardeal D. Tolentino Mendonça.

A entrega da distinção está agora dependente da agenda do cardeal, mas a Assembleia Legislativa espera fazê-lo até ao final do ano.

A Medalha de Mérito da Região Autónoma da Madeira é atribuída pela Assembleia Legislativa às “entidades singulares ou colectivas, públicas ou privadas, nacionais ou estrangeiras, em vida ou a título póstumo, que tenham prestado assinaláveis serviços à região ou que por qualquer motivo a região entenda dever distinguir”.

A medalha já foi atribuída ao bispo Francisco Santana (1982), ao fundador do PSD Francisco Sá Carneiro (1982), ao primeiro presidente do Governo Regional, Jaime Ornelas Camacho (2001), ao 1.º presidente da Assembleia da Madeira, Emanuel Rodrigues (2001), a Cristiano Ronaldo (2014) e ao anterior presidente do executivo do arquipélago, Alberto João Jardim (2018).

A 5 de Outubro último, Tolentino Mendonça tornou-se no 46.º cardeal português (2.º madeirense) da História, numa cerimónia no Vaticano, presidida pelo papa Francisco.

Natural de Machico, Tolentino entrou no seminário aos 11 anos. Doutorado em Teologia Bíblica, é um nome essencial da poesia portuguesa contemporânea, tendo já recebido vários prémios. É actualmente arquivista e bibliotecário do Vaticano.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close