Madeira

Madeira com perspectivas de “casa quase cheia” no Fim de Ano

As perspectivas das festas do Fim de Ano na Madeira, um dos principais cartazes turísticos da região, são de “quase casa cheia” e uma taxa de ocupação na ordem dos 90%, disse hoje o secretário regional do Turismo.

“As perspectivas para o final do ano na Madeira são boas. Nós temos uma indicação de que teremos um Fim de Ano de quase casa cheia”, disse Eduardo Jesus à agência Lusa.

O governante indicou que se prevê uma “taxa de ocupação [hoteleira] muito próxima da do ano passado”, acrescentando que haverá, “já em 18 de dezembro, um novo resultado de auscultação que está a ser feito ao mercado”.

No entanto, Eduardo Jesus referiu que, “a esta distância, a ocupação é bem perto do 90%, situando-se nos 87 ou 88%”.

Segundo o responsável, “tudo indica que a ocupação dos hotéis de cinco estrelas será maior do que a dos anos anteriores”, verificando-se “uma ocupação em linha” nas unidade de quatro estrelas e “uma ligeira quebra nos hotéis/apartamentos de três estrelas”,

“No entanto, julgamos que o saldo desta época festiva será muito semelhante ao que se viveu na Madeira no ano passado”, concluiu.

O governante salientou que este ano há um “reforço ao nível da animação”, tendo as festas já começado em 01 de dezembro na baixa do Funchal.

“Este ano temos um reforço muito grande das actividades que ocorrem na cidade do Funchal”, realçou, apontando que o “Mercadinho de Natal passou a dispor de uma segunda área” na Praça do Povo, além da que era habitual na Placa Central da Avenida Arriaga.

O responsável mencionou que as “casinhas de Natal” onde estão disponíveis os produtos tradicionais da época, como as broas, os bolos de mel, a fruta, os licores e poncha, além de outros produtos, “duplicam a oferta existe”, não faltando a animação musical.

A segunda zona de barracas está junto à feira popular, onde está montado o circo, um espectáculo que vem apenas ao Funchal nesta altura do ano, e “vai permitir uma nova centralidade a este nível nestas comemorações natalícias e do fim de ano”.

A quadra natalícia, denominada de ‘Festa’ na Madeira é uma das mais animadas na região.

O Governo Regional celebrou dois contratos com a designação “Festas de Natal e de Fim de Ano 2018 e 2019”, num valor total de 2,3 milhões de euros, mas que engloba ainda as festas de Carnaval.

As artérias do Funchal e arredores estão iluminados com mais de um milhão de lâmpadas que acenderam em 01 de dezembro e só se apagam em 06 de janeiro.

O tema “Natal Madeirense” dá o mote aos motivos desenhados há um ano e que visaram também prestar “homenagem aos 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo”, nomeadamente no cais da cidade.

Também em três locais diferentes do Funchal foram colocados pinheiros com referência directa a três países com que a região tem uma forte relação: Reino Unido, Brasil e África do Sul.

Um deles, com 30 metros de altura, está na Praça do Povo, um espaço que é um símbolo da recuperação da ilha após a aluvião de 2010.

Na noite da passagem do Fim de Ano, a Administração dos Portos da Madeira prevê que estejam acostados e fundeados ao largo da baía do Funchal 11 navios de cruzeiro para assistirem ao espectáculo de fogo-de-artifício.

Neste dia, a festa acontece nas ruas e estende-se aos hotéis e a vários espaços para dar as boas vindas ao novo ano.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

VOTE JÁ

Faça a sua nomeação

Close
Close