Madeira

Lufthansa pondera oferecer testes aos passageiros

O secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, alertou para a abertura da Região ao Turismo, já em Julho, sublinhando que trará “novos casos pela certa” e apelando à população para que não “desconfine” e continue a cumprir as medidas das autoridades da Saúde. “Queremos continuar a proteger a nossa população e defender a economia porque dependemos dela para viver”, sublinhou.

Lembrando que a Madeira cumpre com todas as recomendações, entre as quais um nível baixo de incidência de covid-19, capacidade para testar, rastreio dos contactos, de acordo com as organizações nacionais e internacionais”, o secretário da Saúde atira que os madeirenses que estão a desconfinar, fazem-no “erradamente”.

Questionado pelo DIÁRIO na conferência de imprensa que decorre todas as sextas-feiras, Pedro Ramos comentou as declarações do médico Dr. Ricardo Mexia”, e que fazem a manchete da edição impressa do DIÁRIO de hoje, sublinhando; que “se lermos a notícia com atenção percebemos que Ricardo Mexia não é contra os testes à chegada”. Pedro Ramos afirmou: “Os testes dão sempre uma informação porque todos aqueles que estão a chegar são os que estamos preocupados, vêm de países de transmissão comunitária activa e onde a situação não está controlada”. O governante referia-se aos países nórdicos, sobretudo o Reino Unido, e os emissores dos turistas que escolhem viajar para a Madeira: “Devemos estar preocupados porque a Madeira tem uma situação completamente diferente”, acrescentou.

Pedro Ramos disse ainda que o Governo Regional recebeu informação de que a companhia aérea Lufthansa está a a equacionar oferecer testes ao passageiros “na origem”, no país emissor.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close