Madeira

Jornalista madeirense Filipe Santos Costa despede-se do Expresso

O jornalista madeirense Filipe Santos Costa recorreu às redes sociais para anunciar a sua saída do jornal Expresso e da apresentação do Expresso da Meia Noite, na SIC Notícias, ao fim de quase 14 anos naquele órgão de comunicação.

Numa publicação na sua página de Facebook, Filipe Santos Costa explica aos leitores os motivos que levaram à sua sua rescisão, dizendo que “houve um deslaçamento” à medida que deixou de rever-se “nalgumas opções estruturantes do jornal”.

Filipe Santos Costa era jornalista do Expresso desde 2006.

Licenciado em Ciências da Comunicação, estreou-se no Público, integrando a secção de Política entre 1994 e 1996. Seguiram-se várias redacções onde escreveu sobre política, cultura e economia: O Independente, Semanário, Visão, Focus, Diário Económico, Sábado e Diário de Notícias.

É autor do livro “O Último Combate”, sobre a derradeira candidatura presidencial de Mário Soares, e co-autor de “A Máquina de Triturar Políticos”, sobre os anos de ouro do jornal O Independente.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close