Madeira

Jardim Botânico terá ala para plantas tropicais

O Jardim Botânico vai ter uma ala dedicada só a plantas tropicais. Neste momento, anunciou Miguel Albuquerque, o Governo Regional já está a trabalhar nisso. O objectivo, explicou, é dar continuidade a reestruturações que têm ocorrido naquele Jardim e que têm sido um sucesso, como as alas de roseiras e de camélias.

O presidente do Governo Regional falava ontem à noite, durante a entrega de prémios aos floricultores que participaram na Exposição de Flores, que decorre na Praça do Povo. Um momento para anunciar que vão prosseguir os apoios técnicos da Secretaria Regional da Agricultura aos floricultores e coleccionadores de flores regionais.

O governante enfatizou igualmente o trabalho que está a ser feito no Jardim Botânico, que tem levado a mais visitantes, relevando que o próximo passo será a criação da ala tropical.

“Será uma inovação. Vamos ter uma grande colecção de plantas tropicais, com um ambiente próprio, inclusivamente uma ala fechada, com água. E uma estufa. Ficará muito bom! Nós vamos começar, já, a fazer a selecção dessas plantas”, explicou. Uma selecção que contará com a ajuda do próprio Miguel Albuquerque, que se predispõe a fazer “uma volta ao mundo digital” para ajudar a encontrar as plantas.

O líder madeirense não escondeu o carinho que tem pelas plantas, frisando o seu contentamento pela “excelente colecção” exibida. E considerou que a ideia de prolongar, no tempo, aquela exposição, que considera ser um certame de excelência em qualquer parte do mundo, foi uma aposta ganha. “Falta ainda uma semana para fechar o certame e já temos mais de 75 mil visitantes”, enalteceu.

Tempo ainda para elogios à Secretaria da Agricultura, mas também aos expositores, “porque é muito importante continuarmos a ter pessoas com vocação para a botânica e que tenham amor às flores”. “Eu não tenho medo de dizer essa palavra, porque, de facto, as flores e as plantas são uma actividade que exige amor e paixão”, reforçou.

Nesse sentido, disse estar muito satisfeito por constatar que a Madeira continua a ter “excelentes coleccionadores, pessoas que se dedicam de alma e coração ao cultivo e ao coleccionismo das plantas e que, todos os anos, tentam que esta exposição seja o reflexo desse amor, dessa dedicação e desse trabalho”.

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close