Madeira

Funchal vai ter Festival do Açúcar

A secretária regional do Turismo e Cultura procedeu, hoje, à cerimónia de lançamento e apresentação da ‘Rota da Cana-Sacarina e do Rum da Madeira’, que decorreu no Museu Quinta das Cruzes, no Funchal.

Paula Cabaço aproveitou a ocasião para anunciar também um novo evento que irá integrar o cartaz turístico da Região, em Julho de 2020: o Festival do Açúcar.

“Considerámos que era necessário criar um evento no Funchal dedicado à cana-de-açúcar (paralelamente à Feira da Cana e ao Festival da Apanha da Cana, que já decorrem respectivamente nos Canhas e no Porto da Cruz), que envolvesse todos os produtos e os seus derivados”, no fundo “uma montra para quem nos visite”, com uma “componente dirigida aos adultos e as crianças”, realçou a governante com a pasta do Turismo.

Em relação ao guia, trata-se do mais recente projecto turístico desenvolvido pela Direcção Regional do Turismo e permite a todos aqueles que nos visitam “partirem à descoberta de um conjunto de experiências que existem na Região associadas a um dos nosso produtos mais emblemáticos, que é a cana sacarina”, explicou Paula Cabaço.

“Aquilo que se pretende com este guia é que quem nos visite possa usufruir de experiências únicas e autênticas associadas a um produto tradicional”. Uma verdadeira “aposta no binómio experiências/ autenticidade”, vincou.

Criar novos elementos de atracção da Madeira, a diversificar e diferenciar a oferta e acrescentar valor ao destino Madeira, criando novas oportunidades de negócio para o sector (concretamente ao nível das empresas de animação turística e companhias de viagem), foram outras das mais-valias deste projecto enaltecidas pela secretária. Além do mais, disse, esta Rota é um “processo dinâmico”, ao qual mais parceiros podem aderir.

Esta ‘Rota da Cana-Sacarina e do Rum da Madeira’ contempla um mapa no qual estão assinalados seis engenhos, cinco museus e dois locais de degustação, além da referência aos locais de produção e explorações de cana-de-açúcar.

A produção deste guia envolveu a participação de 15 parceiros públicos e privados, representantes quer do sector da cana sacarina (nomeadamente os engenhos) quer associados à comercialização dos produtos (restauração e hotelaria), além dos museus associados à história do açúcar.

O guia, disponível em cinco línguas, poderá ser descarregado gratuitamente no site do Visit Madeira, podendo também ser encontrado em formato impresso nos postos de informação turística.

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close