Madeira

Funchal lança campanha de apoio ao comércio local

Com o objectivo de apelar ao consumo no comércio tradicional e assim apoiar a economia local face à crise provocada pela covid-19, a Câmara Municipal do Funchal (CMF) anunciou hoje que tem em curso a campanha ‘Comércio do Funchal, Viva!’.

“Ao longo dos últimos dois meses, foram muitas as iniciativas que promovemos para ajudar os nossos comerciantes, que chegaram a várias dezenas de negócios. Numa altura em que se antecipa a reabertura do pequeno comércio, queremos reforçar esta mensagem de encorajamento, para que os comerciantes saibam que, quando for o momento de reabrir, estaremos lá uns para os outros”, realça o presidente Miguel Silva Gouveia.

Para este efeito, o município lançou, desde o início da pandemia, uma plataforma própria – ‘Comércio ao Serviço’ – com vista a informar a população sobre serviços essenciais que se mantiveram abertos durante o estado de emergência – e que, neste momento conta já com 148 estabelecimentos registados.

A CMF aderiu igualmente à plataforma nacional ‘Preserve’ (com 17 estabelecimentos registados), que permite comprar vouchers no comércio local e usá-los quando os estabelecimentos questão fechados reabrirem.

Paralelamente, os serviços municipais desenvolveram uma minuta de um Plano de Contingência para o sector empresarial do concelho, prestando apoio permanente, através do Balcão do Investidor, e esclarecendo individualmente as dúvidas colocadas pelos empresários. De acordo com uma nota da autarquia já foram prestados 71 esclarecimentos aos empresários (por escrito, online ou em vídeo).

Entre as várias medidas de apoio ao Comércio e Serviços que o Município tomou desde Março, a autarquia destaca ainda o ‘Mercado em Casa’, que permitiu aos comerciantes dos mercados municipais venderem fruta e legumes a casa de idosos e pessoas com deficiência, e a ‘Venda Itinerante’, que permitiu apoiar um grupo mais alargado de comerciantes e munícipes por todo o concelho, com incidência nas zonas altas.

“A actual campanha é mais uma forma da Câmara Municipal demonstrar a sua confiança no comércio de proximidade, mas é preciso que todos os funchalenses também o façam, apoiando o negócio de gente que é resiliente por natureza, desde há muitos anos e perante muitas outras lutas e dificuldades”, conclui o presidente, deixando o apelo à população.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW