Madeira

Funchal já entregou 890 cabazes

A freguesia com mais agregados apoiados até agora é Santo António, com cerca de um terço do total (307), seguindo-se São Martinho (188), São Roque (76), Santa Maria Maior (73) e São Pedro (55). A principal razão indicada pelos beneficiários relativamente a perda de rendimento é a situação de desemprego (345), seguida da situação de lay-off (327).

A Câmara Municipal do Funchal lançou, no passado dia 8 de Maio, a iniciativa ‘Funchal, Cabaz Vital’, que se destina às famílias residentes no concelho que, fruto das dificuldades geradas pela covid-19, viram reduzidos os seus rendimentos mensais, seja por situação de desemprego ou por condição de layoff de pelo menos um dos seus membros. Até hoje, já foram entregues 890 cabazes.

Miguel Silva Gouveia considera que “a mais-valia deste projecto já é, neste momento, incontornável. Segundo os registos da Autarquia, já foram apoiadas cerca de 3000 pessoas em menos de três semanas de implementação. Esta é uma prova que, de facto, muitas famílias estão a passar dificuldades, pelo que a missão da Câmara é estar a seu lado e à altura desta situação, honrando a matriz social que tem pautado até hoje a nossa governação. Os funchalenses podem contar connosco”.

A freguesia com mais agregados apoiados até agora é Santo António, com cerca de um terço do total (307), seguindo-se São Martinho (188), São Roque (76), Santa Maria Maior (73) e São Pedro (55). A principal razão indicada pelos beneficiários relativamente a perda de rendimento é a situação de desemprego (345), seguida da situação de lay-off (327).

O presidente acrescenta que “o Município continuará a investir neste projecto, conscientes das necessidades que nos estão a ser reportadas e enquanto estas perdurarem. Começámos, igualmente, a incluir nos cabazes receitas e dicas de conservação dos alimentos, alimentação saudável e redução de desperdícios alimentares, no sentido de prestar informação útil e ajudar os funchalenses em todas as frentes.”

Os cabazes são gratuitos e fornecidos a pedido, através do e-mail [email protected] ou do telefone 291 214 083, de segunda-feira a sábado, entre as 9 e as 12 horas, sendo que, no acto do pedido, os beneficiários têm de indicar o motivo da perda de rendimento. A entrega é efectuada pelo Município, por ordem de chegada dos pedidos, no período compreendido entre as 12 e as 17 horas, sendo o transporte igualmente gratuito. A Autarquia entregará, por mês, um cabaz aos agregados familiares até 3 elementos e dois cabazes aos agregados familiares com mais de 3 elementos.

Os cabazes são compostos por fruta e legumes da época, ervas aromáticas e ovos, todos de produção regional e assegurados pelos comerciantes de hortofrutícolas do Mercado da Penteada e do Mercado dos Lavradores, de forma rotativa.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW