Madeira

Dois novos casos positivos cumpriram quarentena obrigatória

Os dois novos casos de infectados por covid-19 na Madeira cumpriram ambos um período de quarentena obrigatória após a sua chegada à Madeira.

A informação foi prestada esta tarde, na conferência de imprensa de balanço ao novo coronavírus, que teve a presença do secretário regional da Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, e da vice-presidente do IASaúde, Bruna Gouveia.

Os dois novos casos, que fizeram avolumar o total na Região para 53 infectados, são de indivíduos que regressaram do exterior. Um deles é proveniente do Reino Unido, residente em Santa Cruz e tem idade compreendida entre os 50 e 59 anos. Regressou à Madeira no dia 19 de Março e apresentou sintomas que foram associados aos seus antecedentes de saúde. Contudo, ao 14.º dia, dada a persistência dos sintomas, foi testado e acusou positivo, prosseguindo o seu isolamento em casa.

O outro infectado tem idade entre os 20 e 29 anos, é residente a Câmara de Lobos e regressou de Moçambique no dia 29 de Março. Esteve a cumprir isolamento no Hotel Vila Galé, tendo nesse contexto efectuado o teste ontem, verificando-se que estava infectado.

Na conferência de imprensa foi ainda referido por Bruna Gouveia que o paciente internado na Unidade de Cuidados Intensivos dedicada ao covid-19, se encontra “em estado crítico”, embora “estável”.

Mantém-se, por outro lado, os mesmos dois recuperados pela doença, enquanto 51 permanecem com a infecção activa – 36 em isolamento no seu domicílio e os restantes 15 em unidades hoteleiras.

Hoje mesmo, dois doentes, ambos do concelho do Porto Santo, fizeram reavaliação do seu estado, apresentando um primeiro resultado negativo. Está prevista a sua reavaliação ainda esta semana.

Bruna Gouveia adiantou que durante o dia de ontem foram registados 65 rastreios, dos quais 35 no SESARAM e os restantes 30 nas unidades hoteleiras. O único teste positivo deste total foi o do cidadão regressado de Moçambique.

Ao todo já foram realizados 1.131 testes no laboratório do SESARAM.

Relativamante aos contactos, há neste momento 242 pessoas em vigilância activa, sendo que apenas um é profissional de saúde. Neste grupo encontram-se125 pessoas em unidades hoteleiras. Em auto-vigilância estão 262 pessoas.

Segundo a vice-presidente do IASaúde, 18 profissionais de saúde foram testados durante este período em contexto hospitalar, sem qualquer resultado positivo. O único resultado positivo entre os profissionais de saúde foi de uma profissional de saúde que foi infectada numa deslocação ao continente, portanto fora do ambiente hospitalar na Região.

Foi ainda referido que um total de 33 indivíduos sem-abrigo foram testados ao covid-19, todos com resultado negativo.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close