Madeira

Cemitério do Porto da Cruz gera críticas da oposição

Atendendo aos relatos frequentes da população convergentes com alguma insatisfação em relação a situação actual do cemitério do Porto da Cruz, assim como a publicação recente de uma carta de um munícipe nos meios de comunicação social, o PSD manifesta a sua preocupação pela falta de operacionalidade do executivo socialista em minimizar este problema crescente.

Através de um comunicado de imprensa, refere que “o novo cemitério do Porto da Cruz, construído pelo PSD, encontra-se, neste momento desactivado, devido à degradação que resultou da acção do deslizamento de terras da Ribeira do Junçal”.

“Segundo o presidente do executivo socialista, a estrutura sofreu danos avultados de difícil reparação, mas, no entanto, ainda não requereu uma análise do Laboratório da Engenharia Civil, o que é lamentável”, acrescenta.

Por outro lado, aponta que “as obras que o Governo Regional realizou na Ribeira do Junçal estabilizou toda a escarpa e o respectivo cemitério”, sendo que “o presidente do Governo Regional já demonstrou publicamente a disponibilidade para ajudar a freguesia do Porto da Cruz e em contribuir para a solução do problema, aguardando, assim, a resolução do executivo municipal socialista, que tarda em chegar”.

“A preocupação do PSD fundamenta-se na inoperacionalidade e inactividade do executivo socialista em solucionar rapidamente este problema, para minimizar o sofrimento das famílias em luto”, afirma, referindo que “o PSD sensibiliza também o executivo para uma preocupação mais efectiva de informar as famílias sobre a transladação dos corpos, sobretudo neste período de excepção, se que espera que seja temporário”.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER