Madeira

Calado deu a conhecer Orçamento Participativo

O vice-presidente do Governo Regional está, esta tarde, em Câmara de Lobos, para apresentar o Orçamento Participativo da Região, considerado um “projecto inovador, que é concretizado na Região Autónoma da Madeira”. Pedro Calado explicou que se convida a população a entregar ideias e projectos que tenham em mente para o seu concelho, sendo que as melhores ideias serão votadas e as vencedoras puderam ter uma execução financeira até 150 mil euros por cada concelho. O Porto Santo terá uma verba de 250 mil euros.

Tal como referiu o governante, caso o projecto possa ter aplicabilidade em toda a Região, o valor de comparticipação pode chegar aos 750 mil euros. “É um projecto positivo porque convidamos a população a pensar também o Orçamento da Região, a pensar ideias que depois podem ser concretizáveis no Orçamento da Região para 2020”, disse Pedro Calado. Acrescentou ainda que esta é uma forma de dar azo à democracia e colocar a população a lidar com as questões políticas. Por outro lado, afirmou que a medida vai ao encontro da meta traçada de consolidação das contas públicas. “Da mesma forma que conseguimos, nos últimos dois ou três anos, executar positivamente os nossos projectos de consolidação das contas públicas, agora estamos a apresentar um projecto global de 2,5 milhões de euros a toda a população, em que eles certamente iram repensar o seu município, ou até mesmo a Região, de uma forma diferente”, disse Pedro Calado.

O prazo de candidatura decorrer até ao final de Setembro, sendo que em Outubro será feita a análise e votação das ideias apresentadas, para que no final de Novembro exista uma ideia concreta dos projectos escolhidos e elegíveis.

A sessão de esclarecimento desta tarde decorre no Museu de Imprensa de Câmara de Lobos. Esta sexta-feira, a sessão acontece na Escola Secundária do Porto Moniz, a partir das 19 horas.

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close