Madeira

Atlantis apresenta novos vinhos de mesa

O primeiro vinho de mesa madeirense da história, lançado em 1992, chega à 27.ª produção com várias surpresas: uma nova imagem, uma garrafa elegante e, não menos importante, um acréscimo de qualidade por via de um terceiro elemento que se junta à família Atlantis, o Reserva Branco 2017.

Os novos vinhos foram assim apresentados, esta tarde, na Blandy’s Wine Lodge, nomeadamente, o Atlantis Branco (Verdelho) e Atlantis Rosé (Tinta Negra), que dizem respeito às colheitas de 2018, enquanto as castas do Atlantis Reserva Branco (Verdelho) foram colhidas em 2017.

Tudo isto representado em 40 mil garrafas, isto é, 30 mil de Atlantis Rosé 2018, 10 mil de Atlantis Branco 2018 e aproximadamente 1.300 garrafas de Atlantis Branco Reserva 2017 “que é um vinho muito especial”, considerou o enólogo da Madeira Wine Company, Francisco Albuquerque, que contou com a colaboração de Rui Reguinga nestes três novos vinhos que prometem ‘sentar-se’ à mesa de muitos.

De resto, Chris Blandy evidenciou que com o lançamento destes três novos vinhos “a missão é aumentar a exposição na Madeira”, uma ilha onde a marca “tem muito para crescer, tendo em conta que este é um vinho pouco bebido pelos madeirenses”.

“Já estamos a exportar para o mercado continental, Inglaterra, Japão e este ano, pela primeira vez, estamos também a exportar para os EUA. Tenho a certeza que estes vinhos que vamos lançar, da colheita de 2018, branco e rosé, bem como o reserva, da colheita de 2017, vão conseguir atingir o que queremos atingir”, referiu o CEO da Madeira Wine Company na apresentação destes três novos ‘rótulos’ vínicos.

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close