Madeira

Alojamento turístico colectivo da Madeira mantém tendência de crescimento em Fevereiro

A Direcção Regional de Estatística da Madeira (DREM) divulgou esta quarta-feira (14 de Abril) as primeiras estimativas relativas ao mês de Fevereiro de 2020. Os dados apontam apontam para um acréscimo nos principais indicadores no sector do alojamento turístico da RAM, com variações homólogas de +8,4% nas dormidas, +8,1% nos proveitos totais e +9,4% nos proveitos de aposento.

Segundo a DRE, “estes resultados poderão ter sido influenciados pelo efeito calendário deste mês, que para além de apresentar 29 dias (mais um que em 2019) foi quando ocorreu o Carnaval, ao contrário do ano precedente que foi em Março”.

Por outro lado, ressalva que em Fevereiro, os efeitos da pandemia de covid-19 “não eram significativos”, acentuando-se assim a “tendência positiva trazida de Janeiro” e que interrompeu uma sequência de nove meses de redução nas dormidas.

“Contudo, na próxima divulgação, que respeitará ao mês de Março, os dados a apresentar já irão reflectir as consequências da pandemia no sector do alojamento turístico colectivo regional”, refere a DRE.

Voltando à análise dos dados de Fevereiro de 2020, é de sublinhar que, excluindo o alojamento local com menos de 10 camas, as dormidas aumentaram 7,1% em termos homólogos. No país, as dormidas cresceram 14,7%, enquanto os proveitos totais e de aposento apresentaram, pela mesma ordem, variações de +12,8% e +15,1%.

O total de dormidas do alojamento turístico na RAM no mês em referência (considerando a totalidade do alojamento local) rondou os 586,8 milhares enquanto os proveitos totais e de aposento atingiram os 26,6 e 17,4 milhões de euros, respectivamente.

A hotelaria concentrou 82,9% das dormidas, crescendo 8,5% em termos homólogos, enquanto o alojamento local registou um incremento de 9,6%, congregando 15,6% do total de dormidas. Por sua vez, o turismo no espaço rural e de habitação, responsável por 1,5% do total, registou uma quebra de 3,6% de dormidas face ao mesmo mês de 2019.

Nos principais mercados emissores, as variações estimadas no mês de Fevereiro de 2020 para os mercados francês, britânico e alemão foram de +9,2%, +7,3% e +2,1%, respectivamente. O mercado nacional cresceu 42,4%.

Em termos acumulados (Janeiro a Fevereiro), as dormidas no alojamento turístico cresceram 4,6%, enquanto os proveitos totais e de aposento apresentaram aumentos de 4,2% e 4,0%, respectivamente.

A taxa de ocupação-cama do alojamento turístico no mês em referência fixou-se em 52,9%, 0,9 pontos percentuais abaixo do observado no mês homólogo, mas mantendo-se como a mais elevada entre as regiões NUTS II portuguesas. Por sua vez, a taxa de ocupação-quarto atingiu os 57,4%.

Destaque ainda para o decréscimo homólogo no rendimento médio por quarto (RevPAR) no alojamento turístico em 0,1%, para 36,07 euros. O sector da hotelaria evidenciou um crescimento de 0,4% em Fevereiro de 2020, apresentando um RevPAR de 39,00 euros. Por sua vez, o proveito de aposento por quarto utilizado (ADR) no total do alojamento turístico aumentou 5,4% em Fevereiro de 2020, para os 62,86 euros.

DN Madeira

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close