Açores

Voos de e para a Terceira da Sata e da Azores Airlines suspensos

A partir das 18 horas desta segunda-feira, os voos de e para a ilha Terceira, realizados pela Sata Air Açores e pela Azores Airlines estão suspensos, anunciou o presidente do Governo dos Açores, em conferência de imprensa.

O Governo dos Açores decidiu – face ao caso positivo para o novo coronavírus, na ilha Terceira – e, depois de ouvidos os autarcas das autarquias de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória, na sua qualidade de acionista do Grupo SATA, “determinar ao conselho de administração da Azores Airlines que concentre a sua atividade operacional no aeroporto de ponta Delgada, de forma a otimizar o trabalho das autoridades de saúde pública, exceto os voos de transporte de carga ou casos de força maior, desde que devidamente autorizados pela Autoridade Regional de Saúde”.

O presidente do Governo dos Açores, adiantou, também, que “ao abrigo do contrato de conceção das obrigações de serviço público de transporto aéreo entre as ilhas da Região e na sua qualidade concedente, suspender o respetivo contrato nas ligações aéreas de todas as ilhas dos Açores para a ilha Terceira e da ilha Terceira para todas as outras ilhas dos Açores, exceto na parte respeitante a voos de transporte de carga ou casos de força maior, desde que devidamente autorizados pela Autoridade de Saúde regional”, acrescentando que, “estas duas medidas entram em vigor a partir das 18 horas de hoje”.

Por outro lado, Vasco Cordeiro, referiu que a partir de terça-feira, dia 17 de março, os serviços públicos não essenciais, serão encerrados.

Estarão encerrados “todos os serviços públicos da administração regional direta e indireta, incluindo institutos públicos e empresas públicas, com exceção” daqueles que são considerados essenciais.

Entre os referidos como essenciais estão os serviços de saúde e proteção civil, o processamento de prestações sociais, os matadouros e o desembarque e venda de pescado, os serviços inspetivos ou o fornecimento de energia elétrica.

Questionado sobre a operação da TAP e Ryanair na ilha Terceira, Vasco Cordeiro sublinhou que há conversas com a autoridade de saúde pública e que “a seu tempo” serão conhecidos novos desenvolvimentos sobre a matéria.

Vasco Cordeiro fez, ainda, um apelo, “em especial aos titulares e responsáveis de estabelecimentos de restauração e bebidas – restaurantes, snack-bares, bares e cafés – para darem cumprimento às orientações das autoridades em matéria de horários de funcionamento e restrições ao acesso a esses estabelecimentos”.

GACS

Redes Sociais - Comentários

Fonte
GACS

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW