Açores

Vasco Cordeiro diz que turismo interno será importante “mas não só”

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, defendeu que as medidas de combate à covid19 à chegada à região permitem manter o equilíbrio entre a retoma do turismo e o controlo do surto.

“Não é de excluir naturalmente aquilo que pode acontecer, o surgimento de novas situações, mas, dentro daquilo que é a nossa capacidade de intervenção, mobilizamos tudo para garantir segurança e para garantir confiança a quem cá está e a quem nos visita”, afirmou.

O presidente do executivo açoriano falava, em declarações aos jornalistas, na ilha Terceira, à saída de uma reunião com o presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, depois de se ter reunido também com o autarca de Angra do Heroísmo, no primeiro dia de uma ronda de contactos que fará por todo o arquipélago.

Medidas explicadas aos turistas

Questionado sobre a forma de retomar o turismo, mantendo o surto da covid-19 controlado, Vasco Cordeiro disse que isso será feito explicando a quem chega a importância das medidas adoptadas à entrada no arquipélago. “Explicando que todas as medidas que nós tomamos à entrada de passageiros na nossa região, em primeiro lugar, são para protecção de todos, deles, dos açorianos e que, no fundo, é por via destas medidas que nos tornámos numa região segura”, frisou.

Os passageiros que aterrem nos Açores deixaram de ser obrigados a ficar 14 dias em isolamento profilático, desde que façam testes à covid-19 à chegada (caso não o tenham feito 72 horas antes) e ao 5.º e 13.º dias.

Visita ao Corvo

O Presidente do Governo dedicou o dia de ontem a contactos na ilha do Corvo, no âmbito da ronda que está a efetuar por todas as ilhas, integrada no processo de retoma da actividade económica em toda a Região, após a primeira fase de combate à pandemia de COVID-19.

Durante esta deslocação, Vasco Cordeiro reuniu-se com o Presidente da Câmara Municipal do Corvo, José Silva, um encontro que serviu, sobretudo, para uma troca de impressões “em relação ao futuro” desta ilha, que foi uma das três que não registou qualquer caso de infecção pelo novo coronavírus.

“Foi uma reunião muito útil para aferirmos o que se torna necessário fazer, num clima de mobilização e de união, para vencermos, da mesma forma que ultrapassamos a primeira fase de combate à pandemia, o desafio da economia, da criação de emprego e de criação de riqueza”, adiantou o Presidente do Governo.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

DONATE NOW