Sistema de comunicações do Ambiente já cobre toda a região

Views: 31

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo afirmou hoje, em Ponta Delgada, que o Sistema Integrado de Comunicações dos Serviços de Ambiente (SICAM) já cobre todas as ilhas do arquipélago, sendo mais uma ferramenta à disposição daqueles que, todos os dias, cuidam do património natural e paisagístico e da segurança das populações face a riscos naturais e ambientais, facilitando as suas tarefas diárias.

“O SICAM assenta numa rede de comunicação digital de apoio à fiscalização e vigilância e de resposta a emergências e catástrofes, que tem por objetivo assegurar de forma eficaz e fiável as comunicações móveis privativas de voz e dados da estrutura operativa da Direção Regional do Ambiente, em todas as ilhas do arquipélago dos Açores”, salientou Marta Guerreiro, que falava na apresentação desta ferramenta.

“Neste sistema, foi assegurada a capacidade dos utilizadores terem a possibilidade de geolocalização, envio de pedidos de emergência, transmissão de dados e interligação telefónica e rádio com outras entidades do sistema integrado de proteção civil regional, em particular o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA)”, acrescentou.

Marta Guerreiro frisou que “esta capacidade de interligação e total compatibilidade de integração com a rede RITERAA do SRPCBA é de grande importância no acompanhamento e gestão de eventos de emergência e socorro de maior complexidade e dimensão, designadamente emergências ou catástrofes associadas a fenómenos hidrológicos, bem como relacionadas com substâncias perigosas”.

“Com este sistema, torna-se possível aumentar a capacidade operativa dos serviços da Direção Regional do Ambiente, designadamente do corpo de Vigilantes da Natureza e das equipas operacionais dos recursos hídricos”, sublinhou a Secretária Regional, mencionando, para o efeito, a entrega de rádios que foi realizada.

“Se queremos garantir a qualidade do nosso património ambiental, todos estes investimentos nos Serviços de Ambiente e, em particular, no corpo de Vigilantes da Natureza são fundamentais”, afirmou.

Segundo a governante, “são medidas como esta que dotam o Governo dos Açores de mecanismos que possibilitam salvaguardar, sempre, e em primeira instância, a segurança de todos os Açorianos e dos respetivos bens”, com a “profunda convicção que investir na prevenção é o melhor caminho, por um lado salvaguardando o presente e as existências e, por outro lado, construindo um futuro cada vez mais seguro para cada um dos Açorianos, onde quer que vivam”.

O SICAM constitui-se como uma rede de radiocomunicações que utiliza terminais portáteis VHF, sustentada numa rede de estações de base de cobertura (repetidores) de tecnologia digital DMR e antenas VHF, que cobre todo o território do arquipélago, sendo a sua gestão, operação e telemanutenção feita através Sistema de Comando e Controlo, instalado na sede da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Madalena, no Pico.

Os terminais portáteis (rádios) estão distribuídos pelo Diretor Regional do Ambiente, por todos os diretores dos Serviços de Ambiente das nove ilhas, por todos os Vigilantes da Natureza, bem como pela diretora de Serviços dos Recursos Hídricos e pelo coordenador e pelos encarregados das equipas operacionais dos recursos hídricos na ilha de São Miguel.

Source:GACS
Comments: 0

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.