Açores

Sata suspende voos devido à “fraca procura” e à adopção de “boas práticas”

A companhia aérea açoriana Sata decidiu suspender os voos do grupo até ao próximo dia 30 de Abril. Uma decisão que a companhia aérea justifica com a “fraca procura” e a adopção de “boas práticas” dos transportes aéreos face à pandemia da covid-19.

Em comunicado, a o grupo Sata dá conta “que se tratou de uma medida de antecipação e de gestão comercial, considerando a fraca procura que se regista nos voos, a partir do dia 30 de Março, tendo em conta a apreensão demonstrada pelos passageiros”.

O grupo, detentor da Sata Air Açores e Azores Airlines, também justifica a suspensão com a implementação das “boas práticas adoptadas pelo sector dos transportes aéreos, perante o cenário incerto com que todos se confrontam”.

A Sata reitera que a operação do grupo tem sido reprogramada “em estreita colaboração” com a Direcção Regional de Saúde dos Açores, podendo a companhia realizar “ligações aéreas pontuais” durante o próximo mês.

“No decurso do mês de Abril, poderão ser realizadas ligações aéreas pontuais, havendo motivo e ocupação que se justifique, e mediante autorização expressa das autoridades de saúde”, aponta a companhia aérea.

A nota de imprensa foi enviada após os clientes terem sido notificados ao final da tarde de Quarta-feira da suspensão da operação, tendo sido dada possibilidade de reagendamento da viagem até ao final do ano ou do pedido de um ‘voucher’ para planear futuras viagens.

Nessa mesma comunicação aos clientes, a Sata garante que se encontra empenhada em realizar voos de “transporte de bens essenciais” e de “casos de força maior”, salientando, contudo, que a suspensão poderá ser reavaliada de acordo com a evolução do surto da Covid-19.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close