Açores

S. Miguel teve a maior queda de preços em casas de férias

O OLX, portal de anúncios classificados líder em Portugal, acaba de divulgar um estudo, baseado em dados disponíveis na plataforma, no qual analisa o impacto da Covid-19 na procura (contactos feitos aos anúncios), oferta (novos anúncios publicados) e preço médio anunciado da sua categoria Casas de Férias.

De entre os destinos analisados, a ilha de São Miguel encabeça a maior queda dos preços médios de oferta das Casas de Férias. As conclusões apresentadas baseiam-se no comparativo entre a 1.ª (pré-estado de emergência) e a 2.ª quinzena de Março (durante o estado de emergência).

A ilha de São Miguel teve uma queda de preços de 8%. Assim, em termos de preços médios anunciados, a Ilha de São Miguel (-8%), Porto (-7%), Santarém (-7%), Lisboa (-6%) e Braga (-4%) são as regiões que apresentam maiores quedas.

Em sentido inverso, Aveiro (+18%), Castelo Branco (+17%), Ilha da Madeira (+11%), Viseu (+7%) e Faro (+7%) são os distritos com maiores subidas.

Bragança (1024 euros), Viana do Castelo (685 euros) e Santarém (647 euros) destacam-se como as regiões com preço médio anunciado mais elevados no final de Março.

O OLX Group Portugal (FixeAds S.A.) foi fundado em 2007 e é especialista no desenvolvimento de plataformas online locais de fácil utilização para compra e venda de produtos e serviços na Internet. A empresa é detentora dos reconhecidos portais Standvirtual, Imovirtual e OLX.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close