Açores

Ryanair suspende contratos com os tripulantes de cabine da base de Ponta Delgada

Os tripulantes de cabine da Crewlink da base aérea de Ponta Delgada, foram informados de que o seu contrato será suspenso no início do próximo mês (a partir de dia 1 de Julho), denunciou ontem o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC).

O sindicato refere que os trabalhadores notificados desta empresa, que presta serviços à companhia aérea irlandesa Ryanair, foram notificados de que não terão lugar em qualquer outra base na qual a transportadora aérea low-cost está presente.

Segundo o SNPVAC, esses foram os funcionários não assinaram a proposta de contrato de trabalho “ilegal” da Ryanair nos últimos dias.

Em causa está um documento no qual a companhia aérea terá pretendido que esses trabalhadores “abdicassem dos créditos laborais anteriores a 2018, aceitassem uma redução do seu vencimento abaixo do vencimento mínimo nacional ilíquido, bem como uma autorização prévia para que pudessem ser transferidos para qualquer outra base do mundo em que a companhia opera, sem qualquer compensação para o efeito”.

Ricardo Penarroias, membro da direcção do SNPVAC, considera a decisão da Ryanair uma forma “camuflada” de despedir trabalhadores durante o regime de lay-off.

“Após semanas de ameaças, a companhia aérea low cost irlandesa, com quatro bases em Portugal, passa das palavras aos actos. Tememos que esta suspensão da prestação de serviços se alastre aos tripulantes de cabine nas mesmas condições nas outras bases em que a Ryanair opera em Portugal, provocando uma dispensa de centenas de trabalhadores”, lamenta o dirigente sindical.

A Ryanair já estava a contactar trabalhadores, nomeadamente tripu-antes de cabine, para que renunciem a créditos laborais anteriores a 2018, denunciou o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC). O alvo da companhia aérea irlandesa eram os trabalhadores das bases do Porto e de Ponta Delgada, adiantou Ricardo Penarroias, membro da direcção do SNPVAC.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close