Açores

Rede Regional de Sangue em todas as ilhas

O Presidente do Governo dos Açores anunciou ontem o alargamento, este ano, da Rede Regional de Sangue a todas as ilhas do arquipélago, o que vai permitir a cobertura integral da Região por reservas de sangue disponíveis para situações de emergência.

“Gostaria de anunciar que, até final de 2019, o Governo dos Açores assume o compromisso de concluir esta rede com a instalação de mais duas reservas – no Corvo e na Graciosa -, onde os processos se encontram na fase de inventariação do equipamento necessário”, adiantou Vasco Cordeiro.

O Presidente do Governo falava após a assinatura de um protocolo de colaboração na área da Medicina Transfusional entre o Hospital do Divino Espírito Santo e a Unidade de Saúde de Santa Maria, que formalizou a entrada em funcionamento da reserva de sangue desta ilha. Actualmente estão em pleno funcionamento na Região três Bancos de Sangue nos hospitais e quatro reservas de sangue, que, além do Centro de Saúde de Vila do Porto, contemplam as Unidades de Saúde do Pico, de São Jorge e das Flores.

“Com a abertura desta nova valência na Unidade de Saúde de Ilha de Santa Maria, o Governo cumpre também o objectivo de criar as condições para a cobertura integral dos Açores por uma Rede Regional de Sangue”, salientou ontem Vasco Cordeiro, no início da visita estatutária do Executivo a Santa Maria.

Na prática, a reserva de sangue permite, à semelhança das outras ilhas, equidade no acesso dos marienses a transfusões sanguíneas, 24 horas por dia, 365 dias por ano, a eficácia no acesso imediato à transfusão de sangue e respectiva estabilização do quadro clínico até à transferência, caso isso seja necessário, para uma Unidade Hospitalar, e a garantia de qualidade, uma vez que o sistema de monitorização instalado na Unidade de Saúde permite a monitorização em tempo real pelo Serviço de Hematologia do Hospital de Ponta Delgada, assegurando a qualidade do sangue a ser administrado, quer em situações emergentes, quer em transfusões de rotina.

Nesta ocasião, Vasco Cordeiro salientou, por outro lado, o dinamismo que as Associações de Dadores de Sangue das ilhas de São Miguel, Terceira, Pico e Faial têm imprimido a esta causa, através da sensibilização e da angariação de novos dadores, através da forma inovadora como chegam à recolha de sangue, através de brigadas em algumas ilhas.

“É também graças a esta parceria entre o Serviço Regional de Saúde e a sociedade açoriana que podemos afirmar que a Região tem actualmente reservas de sangue estáveis”, assegurou o Presidente do Governo, ao adiantar que, só no ano passado, os cerca de 5.000 dadores activos inscritos nos hospitais dos Açores foram responsáveis pela disponibilização de mais 3.500 dádivas.

“Mas o facto de termos reservas estáveis não nos deve fazer descansar, na perspetiva de ser sempre necessário angariar dadores mais jovens que permitam garantir esta estabilidade no futuro”, disse Vasco Cordeiro, que visitou também as obras no Cinema do Aeroporto, em Santa Maria.


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close