Açores

Rastreio de cancro da mama nos Açores com adesão superior a 70%

Nos Açores, as unidades móveis de rastreio percorrem todas as ilhas do arquipélago, tendo o Corvo acolhido, em 2019, uma unidade de rastreio do cancro da mama.

Hoje, no Dia Mundial contra o Cancro, a secretária regional da Saúde visitou uma unidade móvel de rastreio do cancro da mama, em Vila Franca do Campo, na ilha de São Miguel, tendo apelado à prevenção e ao combate aos “grandes fatores de risco, como o tabagismo, a alimentação inadequada, o consumo excessivo de álcool e o sedentarismo”.

Citada numa nota do executivo açoriano, a titular da pasta da Saúde, Teresa Machado Luciano, apelou à participação nos “quatro programas de rastreio desenvolvidos nos Açores, designadamente do cancro da cavidade oral, que é único no país, do cancro da mama, do cancro do cólon e reto e do cancro do colo do útero”, como forma de detetar e tratar precocemente a doença.

Segundo a mesma nota, “os Açores dispõem de capacidade de resposta para todo o percurso da doença oncológica, nomeadamente a prevenção primária, que visa a alteração de comportamentos, a prevenção secundária, através de rastreios, a resposta hospitalar e de tratamentos de quimioterapia e radioterapia e os cuidados paliativos”.

O Serviço Regional de Saúde aderiu a esta ação da União Internacional para o Controlo do Cancro com várias iniciativas para promover a prevenção primária do cancro, através da adoção de estilos de vida saudável, bem como a adesão ao rastreio.

De acordo com o texto do executivo açoriano, as unidades de saúde da ilha e os hospitais desenvolveram, entre outras iniciativas, a atividade “Mexa-se contra o Cancro”, destinada aos utentes e familiares, com uma breve introdução à prevenção e ao rastreio do cancro e uma sessão de atividade física moderada.

Além disso, a direção regional de Prevenção e Combate às Dependências divulga esta semana mensagens de prevenção junto da comunidade escolar e através de uma rádio local, parceira do Fórum Regional Álcool e Saúde.

GACS

Redes Sociais - Comentários

Fonte
GACS

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW