Açores

Próteas dos Açores chegam a Miami

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou, em Angra do Heroísmo, que a floricultura constitui um sector em franco desenvolvimento nos Açores, revelando que, nos últimos três anos, aumentou em 50% a exportação de flores para a Holanda e que, este ano, pela primeira vez, serão exportadas próteas para Miami, nos EUA.

“A produção de próteas este ano, muito provavelmente, vai atingir os 3,5 milhões de hastes, quando há cerca de três anos eram pouco mais de dois milhões”, referiu João Ponte, acrescentando que estes dados revelam que este é um sector muito interessante e apelativo para os produtores e para as cooperativas, porque está em causa uma produção que visa a exportação.

João Ponte falava Quarta-feira no final de uma visita do Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, à Fruter, no segundo dia da visita do Executivo à ilha Terceira.

“Enquanto a horticultura e a fruticultura têm como principal objectivo substituir importações e garantir o abastecimento do mercado local, no caso da floricultura acontece o contrário, já que toda a produção é para exportar”, salientou João Ponte.

Para o Secretário regional, a evolução positiva que o sector agrícola tem registado, designadamente na horticultura, fruticultura e floricultura, deve-se à aposta dos agricultores e ao trabalho que as cooperativas, como a Frutercoop – Cooperativa de Hortofruticultores da Ilha Terceira, têm desenvolvido ao nível da organização e valorização da produção.

João Ponte recordou que o Governo dos Açores criou no âmbito do POSEI uma ajuda específica para o acondicionamento de próteas, que contempla um apoio de cinco cêntimos por haste, sendo que a ajuda é paga com base na quantidade de hastes comercializadas, com calibre igual ou superior a 40 centímetros.

“Continuar a apostar na qualidade é essencial para posicionar as produções dos Açores de forma diferente nos mercados e isso é fundamentalmente necessário para melhorar o rendimento do sector e dos agricultores”, frisou o Secretário Regional.

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close