Açores

Prejuízos da SATA no primeiro semestre ultrapassam os 27 milhões de euros

As duas companhias aéreas da SATA – a Air Açores e a Azores Airlines – registaram no primeiro semestre de 2019 um prejuízo de 27,9 milhões de euros, cabendo à Azores Airlines – que voa de e para fora dos Açores – a maior fatia (25,4 milhões).

Em conferência de imprensa realizada ontem à tarde em Ponta Delgada, o Presidente do Conselho de Administração da SATA, António Teixeira, adiantou ainda que o prejuízo da SATA Air Açores, que faz as ligações entre as nove ilhas do arquipélago, foi de 2,5 milhões de euros.

“Os resultados obtidos ficaram aquém do esperado”, reconheceu o gestor, atribuindo tal a “factores externos e circunstanciais” e também a uma “consequência da fase de estabilização operacional” em que se encontra o grupo.

Sem uma recapitalização e a “implementação cabal” de várias medidas, admitiu ainda António Teixeira, o grupo SATA “terá sérias dificuldades em apresentar resultados positivos”, o que condicionará um “serviço de transporte aéreo mais eficiente e competitivo”.

Em 2018, a SATA registou um prejuízo de 53,3 milhões de euros, um agravamento de 12,3 milhões face ao ano de 2017.

Na apresentação das contas de então, o presidente da empresa manifestou a intenção de baixar os prejuízos em 2019 para cerca de metade do registado em 2018, o que, ontem, foi já assumido como um “compromisso comprometido”.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER