Açores

Pousadas de Juventude com melhor ano de sempre

A rede de Pousadas de Juventude dos Açores (PJA) registou, em 2017, o “melhor ano de sempre” em termos de número de dormidas. Os meses de Julho e Agosto atingiram taxas de ocupação de 69% e 76%, respectivamente.

“Enquanto que nas dormidas o crescimento foi de 5% o volume de facturação aumentou cerca de 6,5%, ultrapassando pela primeira vez um volume de negócios superior a 800.000,00€”, refere o relatório de Actividades e Contas de 2017 da empresa, detida ainda em 51% pelo Governo Regional dos Açores. Uma participação que o Executivo já revelou que pretende alienar, quando anunciou em Fevereiro passado, a reforma no Sector Público Empresarial da Região.

Segundo consta no relatório, o crescimento de 5% nas dormidas em geral, nas cinco unidades das PJA, corresponde a um aumento de 2.175 dormidas face ao ano 2016. “No ano de 2016 este crescimento tinha sido de 7% face ao ano de 2015. Em três anos houve um crescimento de 45%, o que representa mais 13.049 dormidas face ao ano de 2014”, lê-se no documento, que salienta a “trajectória ascendente” que a instituição tem vindo a registar.

Quatro das cinco pousadas obtiveram um aumento de dormidas em comparação com o ano 2016. Registou-se que a Pousada de Ponta Delgada obteve um crescimento de 3%, o que corresponde a mais 609 dormidas face ao ano anterior. A Pousada da Terceira obteve um aumento de 25%, o que corresponde a mais 667 dormidas. A Pousada de Juventude do Pico aumentou as dormidas em 11%, o que corresponde a mais 598 dormidas. A Pousada de Juventude de Santa Maria aumentou em 9% o que corresponde a mais 610 dormidas e a Pousada de Juventude de São Jorge diminuiu 5%, menos 309 dormidas face ao ano 2016.

Quanto à facturação, nota positiva para “o aumento de aumento de facturação em 54.485,35€ em dormidas, o corresponde a uma variação de mais 6% do que o ano de 2016 e de mais 46.587,96€ na facturação total, representando mais 6% do valor total facturado em 2016”, diz o documento.

Quanto aos objectivos estratégicos definidos para 2017, em termos de dormidas, apenas a pousada de Santa Maria os conseguiu atingir e ultrapassar.

A Pousada de Juventude do Pico não atingiu os objetivos de dormidas que estavam definidos, “mas obteve um bom desempenho com um aumento de 11%, menos 137 dormidas do objectivo”. A Pousadas de Juventude da Terceira e São Jorge também não atingiram os objectivos definidos e a de Ponta Delgada, cresceu apenas 3%, quando o objectivo era crescer 5%. Em 2018, o objectivo passa por ultrapassar, no total, as 46 mil dormidas.

Ponta Delgada recebe metade dos hóspedes da rede

Os principais clientes da rede de pousadas continuam a ser constituídos por jovens ou por grupos de jovens de equipas desportivas, culturais e escolares. E é a Pousada de Juventude de Ponta Delgada que continua a ser a que recebe a maioria dos hóspedes (50%), logo a seguir as Pousadas de Juventude do Pico e Santa Maria a representarem 16% do número total de hóspede.

A Pousada de Juventude da Terceira tem um peso de 7% face ao número total, Pousada de Juventude de São Jorge tem um peso de 11%.

45% dos hóspedes são estrangeiros

Em relação ao número de hóspedes portugueses e estrangeiros, há que destacar pela positiva que 45% dos hóspedes são estrangeiros. Dos 55% dos portugueses 20% são oriundos dos Açores (mercado Interno).

Já nas dormidas o número de estrangeiros representa 45% e de portugueses 55%, sendo que destes, os residentes representam 19%.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER