Açores

Município toma medidas para reduzir pegada ambiental na Batalha de Limas

A Batalha das Limas de Ponta Delgada regressa a 25 de Fevereiro à Avenida Infante D. Henrique, das 14h30 às 19h00, com novas medidas para reduzir o seu impacto ambiental, mas mantendo-se a utilização dos sacos de plástico.

A tradição é única no país, contando com a participação de centenas de pessoas que se defrontam, no dia de Carnaval, “armadas” com sacos de água.

Este ano, no sentido de reduzir a sua pegada ambiental, a Câmara Municipal de Ponta Delgada, com a colaboração da ARTAC (associação regional para a promoção e desenvolvimento do turismo, ambiente, cultura e saúde dos Açores), instalou ao longo da Avenida uma rede de protecção, que irá evitar que a maior parte dos sacos de plástico vá parar ao mar, refere a autarquia, em nota de imprensa.

“O Município não só delimitou e proibiu o lançamento de sacos e/ou limas fora do espaço preparado para esta batalha de água, como também irá colocar mais contentores de recolha de plástico, fomentando assim a colaboração dos participantes na separação dos resíduos”, frisa a câmara municipal, que irá destacar uma equipa de limpeza para proceder à manutenção da Avenida Infante Dom Henrique no final da iniciativa.

Oito camiões participantes e trânsito condicionado

Na batalha deste ano serão oito as equipas participantes. São elas a “Santa Canalha” de Santa Clara, São José “Sempre Presentes”, “Bombásticos” dos Bombeiros de Ponta Delgada, Livramento, Fajã de Baixo, São Roque, “Bairro da Lata do Rosário” da Lagoa e “Os Mercenários” do Pico das Canas.

Segundo referiu a autarquia na mesma nota, durante das reuniões preparatórias da batalha, “todas as equipas disponibilizaram-se para participar na separação de resíduos e limpeza desta zona da cidade, um compromisso e uma atitude que orgulha o Município de Ponta Delgada”.

No sentido de garantir a segurança durante a iniciativa da terça-feira de Carnaval, os mini-bus deixarão de funcionar, a circulação automóvel ficará proibida entre as Portas das Cidade, a ladeira de São Pedro e a Rua Dr. José Bruno Tavares Carreiro e estarão nas ruas agentes policiais e uma ambulância de prevenção.

Quanto ao acesso ao parque de estacionamento subterrâneo da Avenida Infante D. Henrique, este irá ser efectuado apenas pelo lado nascente (Avenida João Bosco Mota Amaral), enquanto que o acesso ao parque de estacionamento das Portas do Mar será feito pelo terminal marítimo, em frente a ladeira de S. Pedro e a saída será realizada a nascente (Avenida João Bosco Mota Amaral).

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER