Açores

Governo quer Santa Maria com 36% de energias renováveis

As obras do Parque Fotovoltaico de Santa Maria arrancaram ontem, numa cerimónia que contou com a presença da Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro, e do Presidente do Governo, Vasco Cordeiro.

Na ocasião, Marta Guerreiro afirmou que o Governo dos Açores ambiciona a integração de 36% de energia produzida com base em fontes renováveis na ilha de Santa Maria, por via da produção de energia através do futuro Parque Fotovoltaico, do Parque Eólico e da instalação de um sistema de armazenamento através de baterias.

A governante salientou que a primeira fase do parque Fotovoltaico “terá um investimento na ordem de 1,2 milhões de euros”, e permitirá “incrementar para 18% a percentagem de integração de energias renováveis em Santa Maria, que, em 2018, se situou nos 14%”.

Com produção de energia eléctrica a partir de luz solar e projectado com uma potência nominal de 600 kW, este Parque Fotovoltaico será constituído por um campo solar de 2.400 módulos solares de 250 Wp cada, ocupando uma área de 11.000 m2 e respectivas instalações elétricas, e será responsável por uma produção anual de cerca de 900MWh.

A instalação e operacionalização do Parque Fotovoltaico decorrerá durante este ano, estando o início da sua exploração previsto para 2019. A governante salientou a intenção do executivo em “aumentar a integração de energia com base em fontes renováveis ou endógenas”, destacando estar “em fase final um estudo que permitirá perceber como é que a implementação do sistema de armazenamento com base em baterias poderá fazer aumentar ainda mais esta percentagem”.

“De acordo com aquilo que temos neste momento, com um investimento na ordem dos dois a três milhões de euros, e também com o aumento desta Central Fotovoltaica e do Parque Eólico, conseguimos ambicionar 36% de integração de renováveis, aqui em Santa Maria”, sublinhou a Secretária Regional. Para Marta Guerreiro, “naturalmente, este é um futuro sustentável que ambicionamos, onde conseguimos diminuir a nossa dependência externa de combustíveis fósseis com impactos muito significativos também para o ambiente”.

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close