Açores

Federação Agrícola contesta taxa adicional à carne, proposta pelo PAN

Uma proposta apresentada pelo partido PAN, durante a discussão do Orçamento de Estado de 2020, pretende aplicar uma taxa adicional de 0,81 cêntimos por quilo de carne de vaca, 0,36 cêntimos/quilo de carne de suíno e 0,21 cêntimos/quilo para a carne de galinha.

Uma proposta que mereceu críticas da parte da Federação Agrícola dos Açores. “Mais uma vez, estas propostas revelam um desconhecimento injustificável da realidade da agricultura portuguesa e, em particular, da agropecuária que é praticada na Região, onde existe uma ligação perfeita entre animais e ambiente”, salienta a Federação Agrícola dos Açores, num comunicado enviado às redacções.

Para a organização, “a aplicação de taxas às várias espécies de animais como os bovinos é uma aberração e cria um precedente grave que pode contribuir para a criação de um fosso maior entre meios urbanos e meios rurais, funcionando exclusivamente como um entrave à neutralidade carbónica que a União Europeia pretende atingir em 2050”.

A Federação Agrícola dos Açores apela ainda ao Governo Regional e partidos políticos para repudiarem o que diz ser uma “tendência intelectual populista”, que vai encarecer o cabaz alimentar das famílias.

Para o órgão presidido por Jorge Rita, propostas como esta são “promovidas por quem não conhece nem quer conhecer o país que vive, já que confunde conceitos agrónomos, como por exemplo, identificar todo o sector pecuário do país como intensivo”.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW