Açores

“Farfalha” condenado a 11 anos de prisão

O antigo pintor de construção civil conhecido por “Farfalha” foi ontem condenado a 11 anos de prisão num processo em que foi acusado dos crimes de violação, abuso sexual e recurso à prostituição de menores.

A sentença foi ontem proferida no Tribunal Judicial de Ponta Delgada.

O homem, de 52 anos, já tinha sido condenado em 2005 num caso de pedofilia na ilha de São Miguel e em Outubro de 2019 voltou a tribunal para ser julgado, à porta fechada, pela prática de três crimes de violação de menores, um crime de coacção sexual de menor, dois crimes de recurso à prostituição de menores e um crime de tráfico de estupefacientes agravado.

Em 2005, o arguido tinha sido condenado a uma pena única de prisão de 14 anos, tendo saído em liberdade condicional em 2013.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER