Açores

Cruz Vermelha vai servir refeições a 50 cêntimos

A Delegação de Ponta Delgada da Cruz Vermelha Portuguesa vai promover, a partir do início do Outono, a distribuição de refeições humanitárias aos residentes carenciados da ilha de S. Miguel, mediante o pagamento de uma taxa moderadora de 0,50 cêntimos.

A deliberação foi tomada pelo Presidente Nacional da Cruz vermelha, que se deslocou a Ponta Delgada nos últimos dias e transmitiu a decisão aos serviços da presidência da Câmara Municipal de Ponta Delgada.

As refeições serão confeccionadas nas instalações de cozinha da Delegação da Cruz Vermelha nesta cidade, em colaboração com a “Coopdelga”.

400 refeições

Com efeito, o Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa deslocou-se a Ponta Delgada, tendo visitado os Paços do Concelho para apresentar cumprimentos ao executivo camarário de Ponta Delgada.

Francisco Georges foi recebido pelo Vice-presidente do Município, Humberto Melo.

Durante a audiência, Humberto Melo, em nome pessoal e em nome do Presidente da Câmara de Ponta Delgada fez questão de salientar o importante papel que a Cruz Vermelha Portuguesa desempenha em termos de serviço público na sociedade.

O encontro serviu, ainda, para renovar a mútua disponibilidade da Câmara de Ponta Delgada e da Cruz Vermelha Portuguesa para futuras cooperações que tenham em vista o bem social.

A Câmara Municipal de Ponta Delgada e a Cruz Vermelha Portuguesa assinaram, há já alguns anos, um protocolo de cooperação ao abrigo do qual são realizadas iniciativas sociais e solidárias.

Francisco Georges aproveitou a oportunidade para anunciar que a Cruz Vermelha Portuguesa já entrou em acordo com a “Coopdelga” no sentido desta passar a fornecer as 400 refeições diárias a famílias carenciadas do concelho de Ponta Delgada.


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close