Açores

COVID-19 condiciona celebrações do Dia da Região

As comemorações oficiais do Dia da Região Autónoma dos Açores vão esta segunda-feira, 1 de Junho, repartidas pelas cidades da Horta, de Angra do Heroísmo e de Ponta Delgada, num formato adequado aos condicionamentos que derivam do contexto da pandemia de covid-19 na Região.

Embora os Açores estejam já numa fase de levantamento das restrições que tiveram de ser determinadas por causa da pandemia, existe ainda um conjunto de recomendações e condicionamentos, desde logo no que respeita a agrupamentos de pessoas e às acessibilidades aéreas e marítimas entre as ilhas, que limitam, de forma determinante, a realização das comemorações desse dia no formato em que era habitual as mesmas terem lugar.

Nesse sentido, e por decisão da Assembleia Legislativa e do Governo, este ano, ao invés dos anos anteriores, não se realizará a cerimónia de imposição das Insígnias Honoríficas Açorianas com a presença de convidados, assim como o convívio das tradicionais sopas do Espírito Santo.

A cerimónia evocativa do Dia da Região deste ano inicia-se, às 11h00, com a intervenção do Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, seguindo-se a intervenção da Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Ana Luís.

A intervenção de Ana Luís será feita a partir da sede da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, na cidade da Horta, enquanto Vasco Cordeiro proferirá a sua intervenção no Palácio de Santana, na cidade de Ponta Delgada.

Os Hinos da Região Autónoma dos Açores e Nacional serão interpretados, em Angra do Heroísmo, pelo Coro Tibério Franco – Terra Chã.

Com a colaboração do serviço público de rádio e televisão, as duas intervenções serão transmitidas em directo pela RTP/ Açores e pela Antena 1/Açores.

O Dia da Região Autónoma dos Açores foi instituído pela Assembleia Legislativa em 1980.

A data, observada em todo o arqui- pélago como feriado regional, celebra a “afirmação da identidade dos açorianos, da sua filosofia de vida e da sua unidade regional”, consideradas “base e justificação da Autonomia política que lhes foi reconhecida e que orgulhosamente exercitam”.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close