Açores

Cercas sanitárias em S. Miguel vão manter-se até 1 de Maio

As cercas sanitárias em S. Miguel vão manter-se até ao dia 1 de Maio, anunciou ontem ao fim do dia o Presidente do Governo Regional dos Açores.

Vasco Cordeiro diz que a medida foi tomada tendo em conta a evolução da pandemia em S. Miguel e ouvidos os especialistas em saúde pública, nomeadamente a Coordenadora da Saúde Pública na Região.

“Estamos a conseguir a contenção e não queremos passar à fase seguinte da mitigação”, sublinhou Vasco Cordeiro, pelo que, adiantou, o conhecimento científico diz-nos que, até à data, 25% a 30% da população pode estar assintomática, o que pode propiciar a sua dissiminação sem a pessoa ter a consciência de estar a acontecer.

O chefe do Executivo açoriano é de opinião que a cerca sanitária em S. Miguel foi uma estratégia “fulcral entre concelhos” para aplanar a curva, sem que se tenha exponenciado o número de casos.

Lembrou que há uma cadeia de transmissão activa na Povoação, que se alastrou a Ponta Delgada e Nordeste e que ainda decorrem trabalhos para identificar a fonte de cinco doentes em Ponta Delgada e Ribeira Grande.

Foi com base nestes pressupostos que o Conselho do Governo Regional decidiu o prolongamento das cercas, ouvidas também várias entidades, desde os municípios ao Representante da República.

Assim, fica prorrogado o prazo entre as zero horas de hoje e o dia 1 de maio em todos os concelhos, para evitar a propagação sem controlo em S. Miguel, mantendo-se praticamente todas as proibições anteriores, nomeadamente a circulação e permanência de pessoas na via pública e mantendo-se, igualmente, as mesmas excepções decretadas anteriormente. Vasco Cordeiro alertou que não há motivos para descurar e ter menor empenho do que até aqui, para não deitar por terra todo o es- forço da população e empresas de S. Miguel.

Enalteceu o comportamento cívico da população e fez referência a todos os profissionais que estão envolvidos no estado de emergência na região.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close