Açores

Autoridade de Saúde admite falsos positivos no caso dos dois ex-reclusos

Estava ontem “praticamente concluído” o processo de recolha de amostras no Estabelecimento Prisional de Angra do Heroísmo, na sequência do rastreio feito após terem sido identificados esta semana os dois ex-reclusos com resultado positivo para Covid-19. Resultados estes que poderão ser afinal “falsos positivos”.

O cenário foi admitido pelo responsável da Autoridade de Saúde Regional, que explicou que, na tarde de ontem, todos os funcionários do EP de Angra tiveram resultado negativo para infecção pelo novo coronavírus, faltando apurar apenas alguns resultados de reclusos.

“Estamos a horas de ter estes resultados da unidade laboratorial, sendo que até ao momento tudo aponta para um cenário geral positivo, pois todas as análises têm sido negativas”, salientou. Se todos os resultados forem negativos, há então a hipótese de os testes realizados aos dois ex- reclusos não serem positivos.

“Concluído este trabalho e se, felizmente, registarmos todos os resultados negativos, temos que ver se não teremos dois falsos positivos registados na região. Iremos ter que fazer esta investigação e este apuramento”, revelou.

Aos jornalistas, Tiago Lopes explicou que os falsos positivos podem surgir “da mesma forma que os falsos negativos”, justificando com a carga viral dos vírus: “Estamos ainda a indagar e a aprofundar todo o conhecimento que temos relativamente ao comportamento do vírus”.

“Derivado ao curto espaço de tempo que existiu entre a deslocação destes reclusos para a ilha de São Miguel, não se registando nenhum caso positivo no EP, temos que perceber da melhor forma como eles positivaram ou se houve uma situação que necessita de maior aprofundamento e esclarecimento por parte de todos os profissionais de saúde envolvidos neste processo”, acrescentou ainda.

Recorde-se que os dois ex-reclusos foram libertados do EP de Angra e foram transportados para a sua ilha de residência, São Miguel, onde foram testados para despiste de Covid-19, obtendo resultado positivo. Encontram-se a cumprir quarentena numa unidade hoteleira em Ponta Delgada.

Tiago Lopes deixou uma palavra de apreço à Unidade de Saúde de Ilha da Terceira que efectuou cerca de 200 recolhas de amostras biológicas no EP de Angra do Heroísmo, em apenas um dia. “Foi um trabalho excepcional da parte dos profissionais envolvidos”, afirmou, estendendo a mensagem de consideração também ao trabalho já realizado por outras unidades, como a Unidade de Saúde de Ilha das Flores e do Corvo.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW