Açores

Aprovada proposta que cria Tribunal de Execução de Penas dos Açores

Foi sexta-feira aprovada na Assembleia da República a iniciativa do PS que visa a criação do Tribunal de Execução de Penas dos Açores, a instalar em Ponta Delgada.

A proposta foi feita através de uma alteração à Lei de Organização do Sistema Judiciário (mapa judiciário), votada esta semana na comissão da especialidade, e que contou com abstenção do PSD e CDS, “não obstante tratar-se de um anseio de longa data dos reclusos – e seus familiares – residentes nas nove ilhas dos Açores que se encontram a cumprir penas nos estabelecimentos prisionais localizados naquela Região Autónoma”.

Os deputados do PS eleitos pelos Açores na Assembleia da República, Carlos César, Lara Martinho e João Castro, congratularam-se com a aprovação.

Nos termos da Lei compete ao Tribunal de Execução de Penas acompanhar e fiscalizar a execução da pena ou medida privativa da liberdade e decidir da sua modificação, substituição e extinção, após o trânsito em julgado da sentença que a determinou, competindo-lhe ainda garantir os direitos dos reclusos, pronunciando-se sobre a legalidade das decisões dos serviços prisionais.

Assim, os reclusos a cumprir penas nos Açores passam a ver doravante instalado tal juízo em permanência em Ponta Delgada, e não mais, como vinha sucedendo até agora, em Lisboa.

“É da elementar justiça que assim seja”, afirma o líder parlamentar, Carlos César, realçando que esse acompanhamento de proximidade é um reforço dos direitos dos reclusos”.


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close