Açores

Algar do Carvão entre as grutas mais bonitas do mundo

O Algar do Carvão, na ilha Terceira, está entre as 20 mais bonitas do mundo, segundo o motor de pesquisa de viagens Jetcost.pt.

É uma das três grutas portuguesas que consta da lista, a par das Grutas de Mira de Aire, em Leiria, e da gruta de Benagil, em Lagoa, no Algarve.

El Soplao na Cantábria e as grutas Drach em Palma de Maiorca, ocupam também lugares de destaque na selecção feita pelos utilizadores da Letcost, que inclui outras grutas não só da Europa, como de Espanha, Itália e Áustria, mas também do México, China, Estados Unidos e África do Sul.

De acordo com os dados compilados na pesquisa, um grande número de turistas (38%) escolhe os seus destinos por se sentir atraído pela espeleologia e outros elementos da natureza que possam visitar.

Aos entrevistados pela Jetcost foi pedido que escolhessem quais as regiões preferidas com base na oferta natural e, em particular, as grutas nelas existentes, tendo em consideração a sua beleza, a raridade, as instalações, a iluminação, a acessibilidade e alguns aspetos que os tenham surpreendido.

Sobre o Algar do Carvão, na Terceira, a plataforma destaca que é “sistema de grutas interligadas por túneis redondos e que atingem imensas câmaras subterrâneas, com dezenas de quilómetros de extensão, onde podem ser vistas estalactites e estalagmites, paredes e colunas feitas naturalmente por lava vulcânica e todas cercadas por uma vegetação exuberante”.

Já as grutas de Mira de Aire, localizadas a cerca de 15 quilómetros de Fátima, na região da Beira Litoral, foram as primeiras a serem escolhidas pelos entrevistados. São as maiores grutas do país e estão catalogadas como uma das sete maravilhas naturais de Portugal. Nas várias explorações efectuadas, mais de 11 quilómetros de túneis foram descobertos e ainda há áreas a serem exploradas e mapeadas. Existem várias formações calcárias que se destacam pela sua aparência colorida, como a Medusa, o Órgão ou o Marciano, mas o que nelas mais se destaca são os seus grandes salões, alguns deles com mais de 60 metros de altura e o rio Negro, um rio subterrâneo que recebe as águas da zona, com um forte caudal.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close