Açores

Açorianos são dos maiores clientes nas redes de alta velocidade

Os serviços de redes de alta velocidade (RAV) em local fixo atingiram 2,9 milhões de clientes residenciais no final do 1.º trimestre de 2020, mais 9,8% do que no período homólogo, quando registou um crescimento de 12,6%, anunciou ontem a Anacom.

Por regiões, os aumentos mais expressivos foram registados na região Centro (+16%), Açores (+14,9%), Algarve (+14,3%), Alentejo (+14,2%) e Norte (+10,5%).

Refira-se ainda que pelo menos 8 em cada dez novos clientes de RAV optaram por um serviço suportado em redes de fibra óptica (FTTH – Fiber to the Home).

No final de Março, cerca de 68,7% das famílias subscreviam serviços de alta velocidade em local fixo, com a área metropolitana de Lisboa (87%), Madeira (77,4%) e Açores (75,4%) a apresentarem penetrações acima da média em Portugal (68,7%).

O Algarve (63,5%), o Centro (56,2%) e o Norte (65,6%), regiões ( juntamente com o Alentejo) em que a penetração destes serviços é mais baixa, aproximaram-se da média.

Estima-se que no 1.º trimestre, estivessem cablados com uma RAV, no mínimo, cerca de 5,4 milhões de alojamentos, mais 4,1% que no 1.º trimestre do ano anterior.

O crescimento verificado, apesar de significativo, é inferior ao registado há um ano (7,2%).

A cobertura das redes de alta velocidade era de 85,5% dos alojamentos no final de março, mais 3,3 pontos percentuais que no final do 1.º trimestre de 2019.

Por região, a cobertura na área metropolitana de Lisboa e nos Açores encontrava-se acima da média.

Por outro lado, realça-se o crescimento do número de alojamentos cablados verificado no Centro (+9%), Madeira (+8,7%), e Alentejo (+6,9%), regiões onde se reduziram as assimetrias de cobertura face à média do país.

O número de alojamentos cablados com fibra óptica ascendeu a cerca de 5,1 milhões, mais 6,8% do que no trimestre homólogo (tinha crescido 10,6% no 1.º trimestre de 2019), tendo atingido uma cobertura de 80,5%.

Já o número de alojamentos cablados com acessos de alta velocidade suportados em redes de TV por cabo aumentou 0,3% no último ano, totalizando 3,8 milhões.

A cobertura deste tipo de redes era de 59,5%, o mesmo valor que há um ano atrás.

Diário dos Açores

 

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW