Açores duplicaram o número de beneficiários de RSI

Views: 71

Nos últimos 14 anos a Região Autónoma dos Açores praticamente duplicou o número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI), antigo Rendimento Mínimo Garantido.

De acordo com os dados da Segurança Social, agora divulgados, o ano de 2018 está fechado, verificando-se que a 31 de Dezembro do ano passado existiam nos Açores 17.908 beneficiários (mais 100 do que no mês anterior e menos 660 do que no período homólogo), enquanto que em 2014, primeiro ano com registo dos números, eram 9.538, um crescimento de 8.370 beneficiários.

O ano de 2018 foi caracterizado por algumas oscilações, mas sempre entre os 17 e os 18 mil beneficiários, com o mês de Fevereiro a registar o número mais alto (18.755 beneficiários) e o mês de Outubro com o mais baixo (17.668). De resto, até metade do ano manteve-se na casa acima dos 18 mil, e na outra metade baixou para a casa acima dos 17 mil.

Em termos de famílias, 2018 fechou com 6.371 famílias a beneficiarem do RSI, mais 35 do que no mês de Novembro e menos 126 do que no período homólogo.

Nos últimos 14 anos quase que duplicou também, passando de 2.779 famílias para 6.371. No final do ano passado cada beneficiário recebia, em média, 84,61 euros, menos dois euros do que em Dezembro de 2017, mas mais quase 24 euros do que há 14 anos.

Esta tendência de manter o mesmo número de beneficiários ao longo do ano acompanha a mesma tendência nacional, apesar do desemprego estar a descer.

Manteve-se a impossibilidade de acesso ao RSI aos detentores de depósitos superiores a 25 mil euros, mas, por outro lado, o apoio pecuniário voltou a estar acessível a quem resida há menos de um ano em Portugal e a renovação anual da prestação voltou a ser automática.

Source:Diário dos Açores
Comments: 0

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.